quinta-feira, 4 de maio de 2017

AS ENERGIAS DE MAIO DE 2017 RECONECTAR-SE AO NOSSO DNA ADÂMICO ORIGINAL



AS ENERGIAS DE MAIO DE 2017
RECONECTAR-SE AO NOSSO DNA ADÂMICO ORIGINAL
Natalia Alba - 01 de maio de 2017

É durante este amoroso, porém intenso mês de maio, que o Planeta Terra está finalmente começando a fundir-se com o seu corpo 5D, que até recentemente era apenas outra possibilidade, porque tudo depende do rumo que nós, como um coletivo, tomarmos. Não tem sido fácil, reunir nossos corações como Um, a fim de criar um impacto sólido do alinhamento de frequência – poderoso o bastante para afastar-se da Terra tridimensional e finalmente ancorar nossa nova frequência em uma oitava de amor de ressonância superior. Porque toda vez que tomamos uma decisão sobre nossa jornada evolutiva da alma, criamos novas e infinitas linhas do tempo, Novas Terras, novas possibilidades de onde habitar, e isso requer devoção constante ao nosso Eu Divino e ao Todo, para manter – sempre – uma frequência mais elevada para ajudar o Todo a ascender para essa nova dimensão cósmica.

Em um nível cósmico, durante este período transicional, alguns estão enfrentando muitos desafios, tanto sob uma perspectiva interna quanto física. Porque, mesmo que muitos acreditem que esta transição seja “fácil”- conforme alguns tendem a pensar que já estão habitando na 5D – os que mantêm a clareza, sabem que o processo de purificação de nossa bagagem ancestral/cármica/alienígena não é exatamente sem esforço. Como uma estabilizadora, fui profundamente impactada por essas frequências intensas. Não é fácil se manter equilibrada no meio de todo o caos coletivo, com muitos outros desafios surgindo à medida que evoluímos.

Enquanto continuamos nos separando da velha Terra 3D, não estamos simplesmente experimentando um salto quântico entre diferentes dimensões, mas a recuperação consciente do que alguns dentre nós estão intencionalmente fazendo, reconectando-se aos nossos códigos do DNA adâmico original, para manifestar o verdadeiro potencial de nossa raça humana, antes de ser manipulada e distorcida.

Esse é um tópico muito profundo, mas tenho certeza de que muitos de vocês estão familiarizados com a nossa verdadeira origem. As muitas sensações físicas que estamos sentindo, a profunda limpeza e a liberação de todos os antigos implantes e crenças, são muito desafiadores, mas é essencial para provocar essa profunda transformação física e interior, necessária para resgatar nossa sabedoria estelar cristalina, original. Para mim, maio vai além das manifestações das nossas visões anímicas no físico. Porque este mês sustenta o potencial e as frequências apropriadas para que comecemos a despertar aquilo que ficou desligado durante eons.

A raça adâmica não tem nada a ver com etnia ou religião, uma vez que foi a religião convencional que começou a distorcer o conceito de Adão e Eva – e da raça adâmica. A Raça Adâmica é quem Todos nós somos, a semente cósmica original (DNA) plantada há milhares de anos no chamado Homo Sapiens – o primeiro homem original na Terra – para ajudá-los a evoluir, mental, emocional e espiritualmente. Era o nosso estado original natural, um de total alinhamento com o Divino e de Unidade com o Todo.

Os primeiros Elohim, os Fundadores de nossa Via Láctea, começaram a espalhar-se através do Universo, e eles eram aqueles que trabalharam no projeto de acrescentar os cromossomos à chamada Raça Adâmica – para criar uma raça estelar evoluída, não para criar escravos, mas criar a perfeição semelhante a Deus. Por isso é que somos, em essência, Seres Divinos de Amor/Luz, em perfeita ressonância e amor com o Todo.

Como vocês já podem saber, foi com a intervenção de muitas civilizações estelares que a Raça Adâmica original foi distorcida e afundou-se – em ilusões – governada por seres extremamente evoluídos, dando início a uma era de controle e escravidão, em que perdemos nosso verdadeiro potencial como seres semelhantes a Deus. É neste precioso momento na Criação que alguns de nós estão começando a despertar/ascender, escolhendo por livre arbítrio a tornar-se finalmente aquilo que já somos, e que estava encoberto através da história, com falsas ilusões e controle mental.

Abril nos concedeu algumas frequências suaves. Todavia, mesmo que nada pareça acontecer ao nosso eu humano, nada jamais permanece o mesmo no Universo, e nos foi dada uma pausa devido a tudo o está chegando. Para mim, esse é o lugar onde estamos finalmente evoluindo a partir de nossa antiga existência e dimensão, e, para mim, sempre haverá mais algum trabalho interior a se fazer, porque a ilusão de alcançar uma dimensão mais elevada e ficar livre de tudo o que fomos, é, em minha humilde opinião, ilusório, porque estamos apenas começando a ascender nesta infinita espiral na Criação, em que a constante purificação e liberação das velhas camadas é fundamental a fim de continuar ascendendo.

Se vocês estão enfrentando, sem motivos médicos, sensações em sua coluna vertebral, sistema esquelético e sistema nervoso (ansiedade, medos programados da 3D) é porque vocês estão finalmente liberando, pela cura constante, todos os medos que os programas alienígenas implantaram em vocês – para controlá-los e escravizá-los. Isso deve ser aceito e não negado, e acolhido como se já estivéssemos experimentando a dimensão luminosa, porque ainda não estamos lá, e deve-se documentar, porque a nossa história de manipulação humana é muito profunda, e purificar todas as cargas de nossa linhagem passada, independentemente de onde sua alma possa ter vindo, não é processo de um só dia.

Em um nível planetário, neste mês de maio, agora permitimos que a nossa essência masculina, yang, atue, produza e proteja no tangível isso que primeiramente o feminino deu à luz e acolheu dentro de si, nos meses anteriores. Este é um mês para também trabalhar com o nosso ser físico, ancorando-o na Terra, bem como alinhando-o com os nossos aspectos superiores. É essencial que nos conectemos e direcionemos o poder de cura da Mãe Terra para liberar nossos medos primordiais e deixar que essa força terrena nos faça recordar de nossa autêntica conexão com o Planeta, e de como, diferente de algumas pessoas, ele nos protege e acolhe infinitamente.

Para confirmar a necessidade de que nós e nossos corpos temos de estabilização e harmonia, a frequência deste mês é o número 15, reduzido a 6. O número 15, representado no tarô pela carta do diabo, confirma esta etapa de purificação, visto que vimos integrando nossas sombras, vendo além das ilusões humanas e começando a passar de um profundo senso de polarização para um unificado de amor e integridade. É agora que passamos do número de frequência 5, que indicou mudança, em abril, para estabilizar aquelas mudanças internas e em nosso plano físico. Pois as mudanças serão harmonizadas, uma vez que as ancoremos, caso contrário, o caos será a única constante.

Por outro lado, o número 6, a frequência deste mês de maio, também nos relembra do amor que todos nós somos – em essência – e que vimos aqui incorporar em nosso veículo humano. O número 6 é representado pela carta do tarô dos enamorados, que, para mim, não diz respeito apenas aos relacionamentos físicos, mas à reunião interior, entre opostos, que tem que ocorrer primeiramente – a partir de dentro – antes que isso aconteça. Porque, é ao adquirir o equilíbrio perfeito e a unidade interna, que podemos realmente nos fundir com o outro, com integridade e igualdade.

Ainda continuamos a experimentar o silêncio necessário para manifestar nossas visões de alma, o que nos possibilitará seguir em frente apesar de todo o ruído – que nos impede de ver o que é importante – para que recuperemos um estado de equilíbrio e paz interiores. Começamos este mês sem grandes alinhamentos cósmicos, por assim dizer, mas com muitas oportunidades para expandir nossos dons anímicos e compartilhá-los no físico, porque temos em 3 de maio, Júpiter, o planeta da expansão, fazendo um quincúncio com Saturno, o planeta do tempo e da responsabilidade. Essas duas forças cósmicas vão nos instar a que nos libertemos de onde nosso eu inferior cria limitação, começando a acolher nosso verdadeiro eu e os aspectos superiores de nossa missão anímica, para ajudar o Todo.

Como uma indicação de nossa expansão cósmica, não apenas aquela que estamos experimentando, mas como um todo, aquela que o nosso Planeta está também tendo, em 3 de maio, Mercúrio, o planeta da comunicação, será liberado de nossa ilusão humana ou movimento retrógrado. Mesmo que Mercúrio nunca estivesse em câmara lenta para começar, como eu sempre digo, nos ajudará a expandir e estabelecer uma melhor comunicação com nós mesmos e com os Reinos Superiores, porque essa crença limitada está incrustada na memória coletiva e quando o todo cria um determinado padrão/crença, é imediatamente recriado em nosso plano físico. Assim, para aqueles que creem realmente que a sua realidade esteve em câmara lenta, por um momento, eles, por si mesmos terminarão isso também. Não por causa de Mercúrio retrógrado, mas porque eles decidem onde colocar sua intenção e poder.

Mercúrio entra, em 15 de maio, em Touro. O mensageiro alado vai nos mostrar onde precisamos criar mais harmonia e equilíbrio em nossas vidas tangíveis. Mercúrio em Touro é um maravilhoso período para observar a partir de uma perspectiva superior a unidade com a nossa alma, e sua sábia visão, os aspectos de nossas vidas, em que devemos estabelecer estruturas fortes e criar mais abundância – que é sempre outra forma de amor – e uma conscientização mais elevada de nossa verdadeira essência.

Quando nos tornamos seres soberanos e responsáveis pela própria experiência de vida, sabemos que somos os únicos que podem controlar nossas vidas e que nenhum evento externo pode provocar qualquer dano em nosso caminho exclusivo, mas nós mesmos, por meio da ilusão que escolhemos criar. Como Almas em ascensão, já escolhemos liberar antigos padrões de pensamentos e temores, ao acessar os poderosos criadores e Seres Divinos que todos somos, em vez de temer forças externas ou eventos cósmicos.

No dia 10 de maio, temos uma poderosa Lua Cheia, no grau 20 de Escorpião, nos fazendo lembrar, novamente, de que a única maneira que podemos encontrar a luz e toda orientação de que estamos ávidos para ver, é sempre por navegar em nossos domínios internos. É aí onde começamos a abrir portais para as dimensões mais elevadas, que nos permitem imaginar diferentes possibilidades e realidades. O cosmos sabe que somos seres impulsivos seguindo nossos temores humanos primordiais, e, como tal, muitas vezes tendemos a agir sem avaliar toda a perspectiva, a partir de um lugar de Sabedoria Superior e Amor Divino, e, enquanto precisamos ter medo e ser pacientes, o nosso eu humano apenas quer criar e agir quando não é o momento certo.

A Lua Cheia de Escorpião abre um acesso interno para todos esses sentimentos ocultos, de que podemos não estar conscientes, visto que é um signo de água, e portanto, um signo muito intuitivo que nos orienta em direção aos cantos mais profundos de nossa alma, que ainda não conhecemos, e que precisamos trazer à tona de modo que possamos aceitar tudo o que descobrirmos internamente como sendo parte de nosso ser precioso, em vez de apenas meras sombras que o nosso eu humano não quer olhar, e, portanto, rejeita acolher e integrar.

Em 17 de maio, temos outra inconjunção entre Júpiter e Netuno, conforme Júpiter faz quincúncio com Netuno, somos convidados a habitar o nosso aspecto que é Um com o Todo. Para colocar em prática nossa devoção e cuidado, não apenas em relação aos nossos entes queridos, mas em relação ao Todo, lembrando-nos de que a nossa verdadeira essência é de altruísmo e ajuda. Algumas pessoas estão muito preocupadas com a sua missão de alma, em vez de simplesmente expandir a sua natureza amorosa e compassiva, que é tudo o que precisamos para ajudar. Rótulos, tais como guias, curadores etc., não são importantes, somente a intenção é.

Júpiter inconjunto com Netuno nos faz recordar de nos expandir para a nossa natureza Crística, de amor infinito, ausência de julgamento e serviço ao Todo. Porque não precisamos de uma tarefa específica para agir com gentileza, mas simplesmente ser, o que somos realmente, em todos os momentos. Uma vez que, na verdade, essa é a única missão que trouxemos aqui para lembrar de como agir com amor, em relação a tudo e a todos, neste Universo dual – superar nossa sensação de separação, perceber que todos somos a mesma luz cindida em infinitos corpos físicos.

Em uma temporada em que nossa força criativa está ávida para se manifestar claramente no físico, esse quincúncio entre Júpiter e Netuno vai nos ajudar a liberar nosso infinito influxo de criatividade, dando à nossa alma a oportunidade de se expressar na vastidão de nosso domínio tangível, por nós, por todos e pela própria alegria de dominar a arte de fazer descer para o físico aquilo que primeiramente foi criado no invisível. Porque tudo o que o humano pode imaginar, a alma pode tornar real. Apenas confiamos no poder do que os nossos olhos físicos não podem ver, mas que é tão real, quanto o papel humano que decidimos representar.

Essas duas forças juntas, também vão revelar os antigos padrões que ainda continuamos a repetir inconscientemente. Como humanos, tendemos a repetir os mesmos pensamentos, atos e padrões a cada momento. Porque fomos programados. É por isso que é tão importante tornar-se a Presença Eterna – que habita internamente – e começar a observar os muitos implantes e padrões de pensamento que ainda utilizamos, e que controlam o fluxo natural da consciência, que é o nosso principal objetivo de ascender, fazer com que desça para o nosso corpo humano.

Em 19 de maio teremos outra importante transição, visto que Saturno fará um trígono com Urano. Há alguma coisa que vocês gostariam de mudar em sua realidade atual? Há algo que precisa ser desfeito para que novas coisas surjam? Se assim for, este é o momento perfeito para fazê-lo, porque ambos os Planetas trazem a frequência da transição, mas também a oportunidade de trazer o renascimento para nossas novas experiências de viver e ser. Esse é o momento de calma e confiança no Universo, principalmente com a alegre Lua Nova em Gêmeos, no dia 25 de maio.

Vocês sempre podem começar novamente. Não há nada que os impeça de avançar, exceto sua necessidade humana de viver do passado, quando não há mais nada acontecendo lá para vocês. É no momento do Agora que vocês podem decidir sonhar outra vez, ancorar essas visões no físico e permitir-se ser quem vocês sempre foram, e que, no entanto nunca expressaram, devido aos temores.

Expressem-se, sejam uma voz no meio do caos, há almas lá fora que pensam que estão perdidas, e estão esperando ouvir a sua voz, o que vocês têm para compartilhar, quem vocês vieram ser, aqui. Porque toda vez que vocês se separam do seu ser inferior, e se permitem ser quem vocês realmente são, vocês estão sendo uma dádiva para o Todo.

Finalmente, terminamos o mês com o Sol entrando em Gêmeos e a Lua Nova neste mesmo signo, em 25 de maio. Passamos agora a dominar nosso reino terreno de Touro para o elemento ar. Agora é o momento, com o Sol e a Lua Nova em Gêmeos, de concentrar nossa atenção em nossa sabedoria superior resgatada, para nos aprofundar nos relacionamentos – e usufruir o amor e as recompensas de tudo o que cultivamos – porque não só vivemos de trabalho e desafios. Nosso estado natural é verdadeiramente sempre de regozijo, e que deveria ser lembrado no meio de toda a intensidade que estamos enfrentando.

É também um bom período para estudar e expandir nosso conhecimento para novas direções, que podem beneficiar nosso crescimento interno e nos dar novas ideias para os próximos passos de nossa jornada. Gêmeos também nos ajudará a expressar nossos corações e sentimentos, nos comunicando com liberdade e discernimento. Vai nos ajudar a perceber se tendemos a nos concentrar mais em uma polaridade do que em outra, de modo que possamos encontrar a união entre polos diferentes.

Maio é um mês para florescer, prosperar e começar a criar um novo caminho, ao sustentar mais clareza acerca do que realmente desejamos manifestar. Um momento para acolher mais do que está chegando em nossas vidas, com um coração aberto, sem temer nada. É neste momento que vamos nos regozijar e honrar o deleite de estar aqui, como humanos, neste momento exclusivo na Criação, em que estamos resgatando nossa Verdadeira Essência Adâmica.

O que nos torna Mestres Terrenos não é apenas experimentar a pureza e a orientação dos Reinos Superiores, mas nos lembrar de que o nosso principal objetivo aqui é atravessar os véus da ilusão humana, e fazer descer todas a nossas visões mais elevada para o nosso domínio físico – desfrutando dos recursos infinitos e possibilidades sem fim que este mundo tangível também nos oferece.

Diante de vocês existe um Novo Mundo de toda alegria, companheiros de alma e milagres – que vocês podem jamais ter imaginado. Para poder habitar nessa Nova Dimensão, de pureza e de um novo modo de vida, tem-se apenas que descartar os mundos velhos e inferiores, uma vez criado a partir de um lugar de medo e falta de consciência. Para poder acessar essa Nova Oitava, apenas uma coisa lhes será solicitada – permanecer em todos os momento na presença luminescente da sua alma, e parar de habitar no medo e na falta de amor.

A pergunta é: Vocês estão prontos para acolher quem vocês verdadeiramente são? Estão prontos para deixar para trás tudo o que certa vez acreditaram como sendo real? Se estão, vocês descobrirão que estavam cheios de expectativas humanas do que este Novo Mundo traria para vocês, visto que ele não vai salvá-los, somente vai lhes mostrar de que vocês são feitos, porque esse mundo é feito de vocês, de mim, do Todo, de tudo o que existe e que sempre existiu, e que, novamente, é apenas AMOR.

Desejo a todos vocês um mês de maio amoroso e milagroso, amados companheiros!

Com amor e Luz infinitos.

Natalia Alba – http://www.starseedsoul.com/
Tradução de Ivete Brito – adavai@me.comwww.adavai.wordpress.com