segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Como Ver Auras

As possibilidades do que você pode ver ao olhar para a aura de alguém são infinitas. E aprender a ler e proteger a sua própria aura pode ser importante para a sua saúde física, emocional e espiritual. Você não tem que ser um místico para ler uma aura. Na verdade, acredita-se que todos nós temos a capacidade de ler auras e podíamos vê-las facilmente quando éramos crianças. Leia os passos abaixo para despertar novamente a sua capacidade de ver auras.

Método 1 de 3: Compreendendo as Auras


1
Seja claro sobre a definição. Embora, em geral, as auras sejam vistas como atmosferas distintas que envolvem uma pessoa, você deve entender que as auras são mais específicas do que isso. Alguns consideram que elas são feitas de vibrações - vibrações electro-fotônicas que são geradas em resposta a algum tipo de excitação externa. O que é fundamental sobre uma aura é que ela contém informações sobre a essência da pessoa ou objeto que ela circunda.

Anúncio



Compreenda a ciência. As auras ao redor dos humanos são compostas, em parte, pela radiação eletromagnética (EM), que se estende a partir de micro-ondas e radiação infravermelha (IV) na extremidade de baixa frequência até a luz UV na extremidade de alta frequência. A luz UV está mais relacionada com a nossa atividade consciente (pensamento, a criatividade, as intenções, senso de humor e as emoções) e é a parte que pode ser vista a olho nu.
As energias eletromagnéticas da aura rodeiam o corpo num campo de forma oval. Esse "ovo áurico" é emitido para fora do corpo cerca de meio metro em todos os lados. Ele estende-se acima da cabeça e abaixo dos pés passando pelo chão.





Aprenda os níveis. A aura é composta por sete níveis (também chamados de camadas ou organismos áuricos), e estes correspondem aos sete chakras no corpo. Cada nível tem sua própria frequência única, mas também se relaciona e afeta os outros níveis em torno dele. Consequentemente, se um nível é desequilibrado, pode levar ao desequilíbrio nos outros níveis também.
Nível físico. Neste nível, você requer simplesmente conforto físico, prazer e saúde.



Nível etérico. Neste nível, você precisa de auto-aceitação e amor-próprio.




Nível vital. Neste nível, você quer entender as situações de uma maneira clara, linear, racional.




Nível Astral. Neste nível, você procura amar a interação com amigos e familiares.




Nível mental inferior. Neste nível, é necessário o alinhamento com a sua vontade divina e um compromisso de falar e seguir a verdade.




Nível mental superior. Neste nível, você deve ter o amor divino e êxtase espiritual.




Nível espiritual (intuitivo). Neste nível, você encontrará uma conexão com a mente divina e a compreensão do grande padrão universal.






Aprecie os benefícios de ver auras. Aprender a ver aura de alguém pode dizer muito sobre essa pessoa e seu caráter. Aprender a ver a sua própria aura pode inspirá-lo a fazer mudanças que irão melhorar os sinais que você irradia.
Identifique mentirosos. A aura não pode ser falsificada. Se alguém estiver sendo desonesto, você vai ser capaz de identificá-lo conforme "ouvir" os seus pensamentos através de sua aura.



Obtenha pistas sobre a natureza de alguém. Uma aura brilhante e limpa indica que uma pessoa é boa e espiritualmente avançada. Uma aura cinza ou escura revela que alguém tem alguma intenção obscura. Alguém que se apresente como um professor espiritual, mestre, guru ou outro líder espiritual ou guia deve ter um halo amarelo-ouro claramente definido em torno da cabeça. 


Diagnostique doenças. Ler auras pode permitir que você detecte um problema no corpo antes que os sintomas físicos se apresentam.



Aumente o crescimento pessoal. A leitura das auras pode elevar sua consciência, ajuda no desenvolvimento espiritual e fortalece a sua consciência do mundo natural.



Aprenda as cores das auras e seus significados. As auras existem em uma ampla gama de cores, que transmitem  uma mensagem sobre a pessoa ou o objeto que elas cercam. Embora haja certo número de variações,cada uma com uma mensagem específica, estas são as cores básicas.
Vermelho. Pertence ao coração, circulação e ao corpo físico. Visto de forma positiva, ela pode indicar um ego saudável, do lado negativo, pode ser referir à raiva, ansiedade ou uma natureza implacável.


Laranja. Refere-se aos órgãos reprodutivos e emoções. Vista de forma positiva, indica energia e resistência, criatividade, produtividade, ousadia, coragem ou de natureza social. Sob um prisma negativo, pode se referir ao estresse atual relacionado com apetites e vícios


Amarelo. Amarelo se relaciona com o baço e a energia vital. É a cor do despertar, da inspiração, da inteligência e da ação compartilhada, criatividade, jovialidade, otimismo e uma natureza fácil. No entanto, um amarelo brilhante pode indicar medo de perder o controle, o prestígio, o respeito ou poder.


Verde. Verde relaciona-se com coração e pulmões. Quando visto na aura, isso geralmente representa o crescimento e equilíbrio e, acima de tudo, mudanças. Ele se refere a um amor de pessoas, animais e natureza. Uma aura verde como uma floresta escura ou barrenta indica ciúme, ressentimento, sentimento de vítima, insegurança e baixa auto-estima.


Azul. Azul está relacionado à garganta e à tiroide. Suas associações positivas são: carinho, amor à natureza, intuição e sensibilidade. Tons escuros de azul indicam o medo do futuro, de auto-expressão ou de confrontar/falar a verdade.


Violeta. Violeta está relacionada à coroa, à glândula pineal e ao sistema nervoso. Ela é considerada a mais sensível e mais sábia das cores. Esta é a cor intuitiva da aura e revela o poder psíquico de auto-sintonia.


Prata. Prata é a cor da abundância espiritual e física.


Ouro. Ouro indica iluminação e proteção divina. Um indivíduo com uma aura de ouro está sendo guiado pelo seu bem maior.


Preta. Preta atrai ou puxa a energia para ela e a transforma. Ela normalmente indica uma incapacidade de longo prazo para perdoar ou tristeza contida e pode levar a problemas de saúde.


Branca. A aura branca é um estado puro de luz e representa a pureza e verdade. Pode significar que os anjos estão por perto ou que uma mulher está ou estará, em breve, grávida.




Método 2 de 3: Vendo as Auras



Comece sentindo. Uma boa maneira de começar a ver auras é praticar senti-las. Isso significa prestar atenção em como você se sente na presença de alguém. Respire fundo, expire e, em seguida, concentre-se nas sensações físicas em seu corpo e em sua reação instintiva. Pergunte a si mesmo como você se sente quando está em torno de alguém - sereno? nervoso? agitado? Pense sobre qual cor você atribuiria a esta pessoa. À medida que suas habilidades forem reforçadas, sentir e ver auras se tornará mais fácil.



Desenvolva a sua visão periférica. A visão periférica é menos danificada do que a parte central da retina, e tem a células fotossensíveis saudáveis. Além disso, como temos treinado nossa visão central para ser usada de determinada maneira ao longo dos anos, pode ser difícil usá-la agora para ver desta nova maneira as auras. Um exercício simples que você pode fazer é praticar sua concentração em um local por 30-60 segundos. Isto irá aumentar a sua sensibilidade à luz.



Sintonize-se com as cores. Fazer algum treinamento com cores primárias brilhantes pode ajudar a desenvolver a capacidade de ver auras. Cubra um livro com um papel azul ou vermelho e o apoie-se de pé sobre uma mesa a vários metros de distância de você. Certifique-se de que a parede por trás do livro seja branca ou neutra, e a luz na sala seja suave, mas não fraca. Feche os olhos, faça algumas respirações profundas, relaxe e, em seguida, abra os olhos e olhe para o livro. Não se concentre no livro; em vez disso, olhe um pouco para os lados e ao fundo dele. Depois de um tempo, você verá uma estreita aura pálida vindo do livro. que mudará para um amarelo ou verde enquanto mantiveres seu foco ao redor.
Quando você se sentir confortável ao olhar para um livro, tente cobrir vários livros com papéis de cores diferentes e olhe para eles. Conforme você for ficando melhor em ver as cores, tente com plantas, animais e, em seguida, as pessoas.


Não há problemas em piscar normalmente e rapidamente ao fazer este exercício. A aura pode desaparecer por um segundo quando você pisca, mas ela reaparecerá rapidamente se você ficar relaxado e mantiver o foco.


Continue a praticar para se acostumar com a maneira que seus olhos devem manter este foco ao longe. Não force os olhos ou franza a testa.



Aprenda a ver. Peça a um amigo para ficar próximo à uma parede branca em uma sala que não seja muito iluminada. Olhe para a parede atrás da pessoa e um alguns centímetros longe do corpo dele. Não olhe para a pessoa, ou você vai perder a imagem da aura. Ao invés disso, olhe além da área de onde a pessoa está e tente perceber uma região em torno dela onde a parede ao fundo deve parecer mais luminosa do que o resto. Tente ver a cor. Pergunte-se qual cor você usaria para descrever esta área.
Depois de identificar a cor, você pode pedir para a pessoa balançar de um lado para o outro. Seu campo de energia deve mover-se com ela.

Se você viu cores diferentes em diferentes áreas da aura da pessoa, seus olhos não estavam necessariamente lhe enganando. Uma aura pode definitivamente ser de cores diferentes, dependendo do que está acontecendo em diferentes áreas do corpo de uma pessoa.

Treine seus olhos apenas por alguns minutos, para não se cansar. Cada indivíduo desenvolve essa habilidade em um ritmo diferente.


O brilho da aura de uma pessoa tem muito a ver com a forma como ela se sente. Se ela se sente feliz e cheia de vida, a sua aura será mais forte, maior e mais brilhante. Tente tocar as músicas favoritas do seu parceiro para ajudar a energizar sua aura e torná-la mais fácil de ver.





Pratique em si mesmo. Sente-se em um quarto com pouca luz e relaxe. Respire profundamente algumas vezes. Defina em sua mente o objetivo de ver sua própria aura e foque nisso. É importante que você acredite que isso é algo possível. Toque os dedos indicadores, esfregando-os e empurrando-os um contra o outro. A aura é "pegajosa", e quando seus dedos se tocarem, a energia ficará "pendurada" entre eles. Agora, foque-se na área entre os dedos enquanto continua a esfregá-los. Depois de um tempo, separe os dedos deixando cerca de 1 centímetro de espaço entre eles. Concentre-se no espaço entre eles e veja se você distingue uma névoa colorida, ou neblina ou fumaça entre os dedos.
Com o treino, a aura vai ficar mais clara e mais fácil de ver. Quando isso acontecer, repita o exercício com as mãos, esfregando-as e afastando-as para ver a aura entre elas.

Método 3 de 3: Limpando a sua Aura



Saiba quando é hora de limpar. Pegamos energias de outras pessoas, mesmo sem estar ciente disso. Quando essas energias são negativas, elas afetam a nossa aura negativamente. Você pode ter tido uma experiência como esta: você está de bom humor e ansioso para passar um tempo com um amigo. Você está gostando da sua noite, mas em algum momento percebe que passa a se sentir irritado e ansioso. Quando chega em casa, você está de completamente de mau-humor, e não tem certeza de como ficou assim. Uma situação como esta indica que você deve limpar a sua aura. Mesmo que a sua aura não pareça fora de equilíbrio, é uma boa ideia limpá-la periodicamente para liberar quaisquer energias negativas.



Limpe a sua aura. Concentre-se em seu chakra raiz localizado na base da sua espinha, associado à cor vermelha. Imagine-o ancorado à terra por uma luz vermelha que se estende por baixo. Então, imagine-se envolvido em um banho de luz dourada brilhante irradiando diretamente do Sol. Deixe a luz penetrar no seu corpo e na sua aura. Mantenha essa imagem por um tempo. Então, imagine uma luz violeta que se estende desde as solas dos seus pés até o topo da sua cabeça. Veja e sinta-a como um cobertor quente, protetor e acredite que ele tem a capacidade de curar e proteger as lacunas em sua aura. Neste ponto, o processo de limpeza e de cura está em andamento, e você deve se sentir cada vez mais forte, liberando a energia negativa e se sentindo mais em paz. Medite sobre esse sentimento por um tempo. Quando você se sentir confortável, imagine uma luz branca ao redor de sua aura limpa para proteção adicional.

Proteja sua aura. Você pode tomar outras medidas para proteger e fortalecer a sua aura, que incluem massagem, blindagem, o corte do cordão e intervenção celestial.
Tente a cura energética do Reiki. Esta terapia de toque leve aumenta o fluxo de energia, ajudando a remover o chi estagnado ou bloqueado. Um praticante de Reiki atua como um meio para receber a energia divina e canalizá-la para o seu campo de energia, onde ele a empurra através do chi bloqueado para evitar maiores disfunções mentais, emocionais, físicas ou espirituais.



Crie um escudo. Visualize uma bolha de luz lhe envolvendo amavelmente. Este escudo de proteção pode repelir todos os pensamentos negativos, sentimentos ou outros ataques psíquicos direcionados a você e impedir que os vampiros de energia lhe drenem.


Cortar o cordão. Cordões de energia invisível podem emanar de você e se ligar a outras pessoas, lugares, objetos ou situações. Embora os cordões positivos de amor nunca podem ser cortados, cordões etéricos baseados em medo podem ser desfeitos, a fim de evitar maiores drenos de energia. Invoque o Arcanjo Miguel para usar sua espada para cortar os cordões negativos ou vislumbre um feixe de laser a partir de um cristal enriquecido a cortá-los.
Peça ajuda angelical. Chame os anjos para ajudar. Eles estão sempre disponíveis para ajudá-lo, mas devem ser convidados antes de serem autorizados a intervir. Peça ao Arcanjo Miguel para cortar os cordões negativos, ao Arcanjo Rafael para preencher vazios de energia com o verde, a luz da cura, e ao Arcanjo Metatron para limpar os chakras.


Dicas

Relaxe, respire profundamente e se concentre.
Tenha cuidado para não parecer óbvio quando estiver olhando para as auras de outras pessoas, pois vão pensar que você está olhando para elas.
Não force seus olhos.


FONTE AQUI