quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Terapeuta Gisele Santos da Silva - Mais informações? Contate




Olá amigos do Blog Filosofia Esotérica, Consciência Estelar, Somos Índigos e Anjos da Terra!
Venho aqui apresentar meu trabalho a todos vocês! Para todos que já acompanham o blog, e queiram se aprofundar nos assuntos e receber aconselhamentos e auxilio em seu despertar da consciência espiritual, estou disponibilizando atendimentos tanto presencialmente quanto via skype ou via face (chat online).


Todos com hora marcada.
Para mais informações contate-me!
Um forte bater de asas para todos vocês!
contato@giselessilva.com.br

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

TRIDOTAÇÃO CONSCIENCIAL




É muito importante trabalharmos constantemente em nosso autoconhecimento expandindo nossos níveis de percepção e desenvolvendo nossa autoconsciencialidade. Para que possamos desenvolver nossos principais atributos precisamos de teáticas (teorias aliadas à prática) que considerem a consciência em sua integralidade.
Analisando o paradigma consciencial encontramos a tríade do desenvolvimento humano, tridotação consciencial, que é considerado o conjunto de habilidades essenciais aos conscienciólogos (pesquisadores da consciência). Esta tridotação trabalha com o desenvolvimento consciente de três grandes áreas da consciência humana, a intelectualidade, o parapsiquismo e a comunicabilidade. Esta tridotação da consciência está descrita em meu primeiro livro, Jesus e a Lei da Atração, e sua repetição se faz necessária, pois são as principais formas de atingirmos novos níveis de percepção e consciência.
Com o desenvolvimento contínuo destas três habilidades, estaremos trabalhando a consciência em sua integralidade, e despertando animicamente novos potenciais e habilidades necessários para o cumprimento de nossa programação para esta vida, nos tornando seres mais harmônicos e completos. Despertando nosso verdadeiro potencial romperemos todos os limites e criaremos conscientemente um planeta de luz, paz e amor.

INTELECTUALIDADE

O conhecimento inicia a visão. Aperfeiçoar nosso intelecto é interesse para a grande maioria dos seres humanos. As atividades intelectuais movem nossas vidas e guiam todas as evoluções do planeta. A representação desta inteligência universal em nossa manifestação humana é o nosso mentalsoma. Através deste corpo mental, experimentamos as qualidades de inteligência provenientes do campo de inteligência não-local da mente cósmica, que projeta todos os universos.



As inteligências demonstradas pelos seres humanos atingiram patamares incríveis e moveram a evolução da sociedade em todos os sentidos. Nossas capacidades intelectuais atingiram o ápice dos animais deste planeta, e podemos observar muitos tipos de inteligências.
A intelectualidade verdadeira está além dos conceitos das inteligências lógicas, matemáticas e abrange conceitos holísticos e transcendentais, de difícil compreensão (mas fácil acesso) para a maioria das consciências. Porém, esta verdadeira inteligência é um campo único, que todos podemos experimentar ao expandirmos a consciência. Durante a prática da meditação, em momentos de percepções elevadas, acessamos diretamente este campo coletivo de inteligência, e percorremos então a mente divina. A conexão com a consciência crística eleva a percepção de todo o universo através de um ponto de vista que reflete a verdade universal, que SOMOS TODOS UM. À partir deste estado, podemos acessar qualquer informação, em qualquer área do conhecimento, e realizar qualquer proeza intelectual, por que as buscas não estão mais concentradas na exclusividade das percepções do ego.
Ao reconhecermos esta inteligência superior, a construção coletiva da vida e da realidade, podemos entregar nossos corações, assim elevando nossas mentes para obter o desenvolvimento intelectual necessário para cumprir nossa programação existencial. O caminho do amor, que nos faz percorrer esta jornada da vida é uma maravilhosa senda de inteligência e sabedoria, e quando estamos unos, estes potenciais afloram para que possamos colaborar e servir da melhor forma ao bem estar de todos. A verdadeira inteligência é perceber a unidade em tudo o que existe e agir a partir de um estado sublimado onde tudo é quanticamente possível, realizando assim os propósitos mais elevados em obra do amor divino.



Fomos dotados da percepção essencial de certas inteligências ou habilidades natas. Reconhecê-las e aprimorá-las é a melhor contribuição que podemos fazer com restante da humanidade. Nossa inteligência pessoal é proporcional à quantia da percepção que possuímos sobre o universo em suas múltiplas manifestações. No próximo livro, trabalharemos com as hipóteses sobre as múltiplas inteligências, e veremos qual a melhor maneira de desenvolvê-las e aperfeiçoá-las.
Para que possamos expandir nossa consciência na busca da compreensão mais elevada sobre nosso potencial intelectual precisamos concentrar as pesquisas nas ciências de ponta. Ciências como a astrofísica, a conscienciologia, a genética e muitas outras, estão atingindo o ponto chave para que ocorra o verdadeiro salto quântico na evolução da humanidade. Este ponto é uma conexão entre as verdades científicas e a espiritualidade que unifica o conhecimento para o ser humano integral. Através desta expansão ocorre uma compreensão de todas as ciências, religiões, artes, filosofias e manifestações culturais. O conhecimento é elevado a patamares que transcendem a concepção de individualidade e torna-se um conceito de unidade.
Nossas atividades intelectuais originam-se em um campo sutil, e são transmitidas ao nosso cérebro físico que cria as sinapses e ligações nervosas necessárias para gerar todas nossas ações.
A grande chave para expandir nossa intelectualidade é entender que existem aglomerados mentais, formas-pensamentos chamados de morfopensenes, que se acumulam em determinados locais. Estes pensenes coletivos formam as egrégoras e holopensenes, que até mesmo os mais destreinados podem perceber.
Podemos observar como nos sentimos leves e calmos ao entrar em um lugar de meditação com um mosteiro ou uma igreja, ao mesmo passo que podemos observar como as energias se tornam mais densas em bares e casas noturnas.



Esta conexão mental compartilhada entre pessoas com pensamentos, sentimentos e energias afins, forma uma rede do pensamento, onde todas as idéias se interligam independentemente do tempo ou espaço. O mundo das idéias de Platão, o inconsciente coletivo de Carl Jung, a rede do pensamento de Krishnamurti, são algumas percepções que estes grandes sábios tiveram sobre o campo mental superior que conecta as consciências no planeta.
Desenvolver a intelectualidade é um projeto pessoal que permite o aperfeiçoamento do cérebro e o sistema nervoso para trabalhar conscientemente todas as energias em pleno potencial. Uma associação de técnicas energéticas, estudos e desenvolvimento cognitivo nas múltiplas inteligências gera um contato cada vez mais elevado com a mente cósmica. Este é o resultado da expansão da consciência, uma crescente espiritual, energética e de discernimento, que aplicado com compaixão, é a sabedoria que pode servir à libertação de muitos seres.
Nesta nova era consciencial que estamos iniciando, a intelectualidade vai ser elevada ao seu verdadeiro patamar, e poderemos alcançar os conhecimentos superiores de uma comunhão entre as mentes. Estaremos livres e independentes de rótulos, títulos, diplomas e reconhecimentos. Nossa capacidade intelectual estará além das perspectivas atuais e dominaremos conscientemente os elementos da natureza, regendo a vida e as criações que somos responsáveis em plena paz e harmonia.



PARAPSIQUISMO

O parapsiquismo ou mediunismo é a capacidade que possuímos de perceber e interagir com energias mais sutis, de diferentes freqüências vibratórias, e que não tem aparência manifesta no universo físico. Esta maravilhosa ferramenta de conexão com o divino é a capacidade mais extraordinária do ser humano. Com esta habilidade desenvolvida, o ser humano pode ampliar ao máximo seus poderes como co-criador consciente de toda sua realidade. É através das vivências advindas dos sentidos mais sutis que presenciamos as realidades multidimensionais, que permitem a comprovação plena das teorias do paradigma consciencial.
Todos nós temos esta capacidade, porém fomos condicionados por muito tempo a deixar de lado as percepções mais sutis. Com a elevação vibracional da terra, ocasionada pelas ondas magnéticas solares que influenciam este momento, estão ocorrendo muitas interações com os sentidos mais sutis, e estamos cada vez mais nos interessando pelas realidades além das percepções físicas. Podemos notar o quanto cresce a busca do ser humano pela espiritualidade e por experiências que comprovem a existência da vida além da morte, em outros planetas. Expandimos cada vez mais as pesquisas sobre as energias, sejam elas as menores ou maiores, encontramos cada vez mais micro formas de energia, e ainda descobriremos que existem Sóis ainda maiores que os já identificados.



Normalmente estamos condicionados a usar nosso cérebro para interpretar a realidade como nossas percepções ligadas aos sentidos físicos. As para-percepções são uma realidade mais sutil, porém, muito mais importante de ser compreendida tendo em vista que estão além do tempo e do espaço, transcendendo a tridimensionalidade.
Estas para-percepçoes oriundas de nossos sentidos mais sutis nos permitem a vivencias de realidades expressas em outras dimensões, e são a verdadeira maneira que podemos constatar a realidade da mutlidimensionalidade.
Quando estamos com o corpo físico relaxado, diminuímos as influências das percepções dos cinco sentidos, e passamos a perceber mais intensamente as energias dos demais veículos de manifestação da consciência. As teáticas sugeridas na parte final do livro podem ajudá-lo a perceber mais nitidamente as realidades energéticas mais sutis.
Desenvolver essa capacidade é elevar nossa percepção sobre a realidade. Para que possamos experimentar níveis cada vez mais expandidos de percepção, precisamos trabalhar com dedicação a realização de práticas da expansão da consciência, principalmente a meditação e os trabalhos bioenergéticos. A autopesquisa tem melhores resultados quando aplicada em grupos de estudo, meditação, orações e cura. Em locais onde o holopensene tem vibrações elevadas de propósitos assistenciais, ocorre uma facilitação energética para que esta faculdade de nossa consciência possa ser elevada em seus níveis mais sublimes.


Para que esta importante habilidade seja desenvolvida com eficácia precisamos desenvolver traços-força específicos, principalmente a disciplina na prática da meditação e exercícios bioenergéticos. A perseverança, a paciência, a observação pura (sem análise), a pesquisa bibliográfica e o compartilhamento de experiências são algumas das chaves para aperfeiçoar o desenvolvimento das percepções mais sutis. Ao longo desta série, serão propostas várias atividades práticas que podem aumentar os níveis de percepção das realidades extrafísicas, e nos capacitar a compreender cada vez melhor os mistérios da multidimensionalidade e multiexistencialidade.


COMUNICABILIDADE

A arte da comunicação é uma dádiva que nós humanos possuímos para que possamos desenvolver cada vez mais os sentimentos de compaixão e assistência aos nossos irmãos mais necessitados. Os grandes mestres da humanidade eram especialistas na comunicação e seus ensinamentos transcendiam a conexão comum gerada por simples sons e palavras. Os verdadeiros mestres espirituais se comunicam com seus discípulos em estados de supraconsciência onde os ensinamentos são transmitidos diretamente através de blocos de informação. Na comunicação pensênica, a troca de informações pode ocorrer por telepatia e em muitos outros estados alterados da consciência, como os sonhos e projeções. Muitos livros, filmes, expressões artísticas e espirituais têm origem nesta comunicação mais sutil com as dimensões superiores, inclusive com experiências como psicografia, canalizações, fontes de inspiradores livros de consciências em outras dimensões. Esta comunicação mais sutil é otimizada quando trabalhamos para desenvolver o parapsiquismo.



O atributo da consciência que podemos trabalhar com mais eficácia é o nosso poder da comunicação. Esta tarefa de aperfeiçoamento de nossas habilidades comunicativas depende apenas de nossa intenção, vontade e percepção para que possamos elevar nosso entendimento sobre as realidades que nosso universo manifesta. Desenvolver esta habilidade de comunicação mais sutil requer vontade e dedicação, e sem dúvida é chave fundamental para que realizemos nosso propósito de vida com maturidade, serenidade e bem-aventurança.
A comunicação da paz é uma das principais chaves para que possamos compreender como viver em uma harmonia constante, onde todos se amam, e constroem coletivamente o bem-estar e alegria. As palavras devem ser sempre observadas e quando ditas, conscientes do verdadeiro poder criador.
Segundo a bílbia, tudo o que existe foi criado através do Verbo, o sopro divino que deu origem a todos os universos manifestos. Este som é a vibração eterna de AUM, o OM que sempre encontramos nos ensinamentos indianos.



“AUM, a Vibração Cósmica, têm três aspectos, dos quais cada qual produz um som distinto: Brahma, a vibração criadora, com o som mais alto; Vishnu a vibração preservadora, com um som médio; e Shiva, a vibração universalmente destruidora ou dissolvente, com um som baixo, cavo. Essa chamada Trindade não é comparável à Trindade cristã do Pai, Filho, e Espírito Santo, como alguns eruditos pretenderam. A trindade cristã lembra antes as três palavras sânscritas “AUM-Tat-Sat”, que indicam os aspectos básicos de Deus: Sat, a verdade eterna de onde provém toda criação; AUM, a vibração cósmica responsável pela manifestação do universo; e Tat, o reflexo, no âmago de toda vibração, do Espírito Imóvel, para sempre imune a essa vibração.
AUM escreve-se corretamente com três letras. A primeira significa Brahma; a segunda, Vishnu e a terceira (que se deve pronunciar como um hum levemente alongado), Shiva. O tríplice AUM é, por esse motivo, cantado em três níveis tonais: alto, médio e baixo.” (A Essência do Bhagavad Gita – Explicada por Paramhansa Yogananda, evocada por seu discípulo Swami Kriyananda. pág 158)
Podemos perceber o poder da palavra que a nós foi concedido, tanto para ser expressa de maneira verbal quanto escrita. Escrever também faz parte da arte de se comunicar. É uma atitude inteligente quando queremos expor nosso ponto de vista, e uma grande oportunidade para que os ensinamentos realmente possam ser compreendidos. Muitas vezes quando nos comunicamos, existem desentendimentos e indisposições, e por diversos fatores essa comunicação entre consciências pode ficar comprometida. Diferentes palavras, gestos, expressões, olhares, vontades e intenções. Tudo isso faz parte da comunicação.
A má compreensão da comunicação tem conseqüências catastróficas em certos casos. Podemos perceber como a má interpretação dos ensinamentos de Jesus e de outros grandes mestres muitas vezes levou à guerras, morte e sofrimento. Às vezes as pessoas que nos dirigimos estão concentrando suas mentes em outros fatos, ou atenta demais a seus próprios pensamentos já elaborando uma resposta.

A mídia, principal ferramenta de comunicação em massa está altamente corrompida por energias de baixo padrão vibratório. Podemos ver que a maioria das notícias envolve violência, doenças, roubo, corrupções. É necessário que nós façamos um trabalho de purificação mental para absorver realmente a comunicação verdadeira que gera paz e harmonia.
A melhor forma de iniciarmos o desenvolvimento da comunicação é experimentar o verdadeiro silêncio. No silêncio profundo é que conhecemos o verdadeiro mestre, e recebemos os ensinamentos mais preciosos para a libertação de todos os sofrimentos. O som de AUM vibra profundamente em todas as realidades do universo, faz com que todas as moléculas que unidas formam nosso corpo físico sejam dissolvidas no oceano da consciência cósmica. Nos tornamos um com a vibração eterna, a comunicação transcendental e atemporal do amor. Neste nível verdadeiramente estamos nos comunicando, amando, ouvindo a voz do coração, nosso mestre e guia.



Quando ouvimos a vós do coração transcendemos a razão, a mente. É com estes ouvidos que devemos ouvir. Através do centro cardíaco, devemos atrair para nossa garganta (chacra laríngeo) as palavras do coração, que ao invés do intelecto, é livre de qualquer condicionamento ou dualidade. As palavras ditas de coração para coração, são ditas eternamente, no profundo silêncio e ecoam livres na manifestação do amor incondicional. Elas podem e devem ser ditas, mas quando a comunicação é o amor pleno, as palavras não são nem mesmo necessárias.
Mas este trabalho visa também o aprimoramento da palavra dita através da mente, de nossa construção consciente da realidade. Devemos aprender a nos comunicar com o mundo de uma maneira iluminada pelo conhecimento da verdade. Falando sempre a verdade, estamos construindo conscientemente um futuro de luz, paz e amor.
A verdadeira comunicação surge após uma entrega do ego à purificação, onde o mesmo vai sendo despido aos poucos de todos os condicionamentos, pré-conceitos, análises e julgamentos. Um total RESET, onde podemos reprogramar nossa forma de comunicação, e utilizar o poder da palavra para criar nossa realidade.


O poder da palavra é algo muito interessante. O verbo, a que os evangelhos se referem, é o poder criador, que Deus concedeu também ao ser humano. Esse é o verdadeiro poder da palavra, manifestar à vontade do criador (expressa através de nossa vontade, seja ela qual for) e criar o universo físico. A projeção do universo manifesto surge de uma fonte imanente de consciência e energia (Deus) que emana parte de seu infinito SER como AUM, a vibração eterna do universo. Podemos interagir animicamente (através de nossa vontade) e participar das manifestações mais próximas à serenidade e perfeição da unidade.
A construção da realidade surge da comunicação do universo mental através de nossos PENSENES, Pensamentos, Sentimentos e Energias.
Os pensamentos estão todos interligados na noosfera, a mente planetária que conecta todas as consciências da Terra. Esta dimensão é conhecida como mentalsomática ou campo mental, uma dimensão muito sutil. Este é o mundo das idéias, o inconsciente coletivo, a rede do pensamento, e através deste campo mental as vibrações da criação movimentam suas energias para o plano astral ou plano etéreo.
O plano astral é a dimensão extrafísica onde ocorrem as principais interações sentimentais, ligadas as percepções do psicossoma. Pode ser identificado como a quinta dimensão, onde ocorrem as principais projeções da consciência, um estado além do espaço-tempo, paralelo a nossa realidade tridimensional. Este percepção é ativada através de nosso corpo energético, que interage em uma dimensão mais densa que a astral, a dimensão energética (dimener) conhecida como freqüência 3,5. Nesta dimensão encontram-se grande parte das energias que sentimos em nossas vidas. Esta faixa de vibração é quase-física. São aquelas sensações estranhas como arrepios e calafrios ao entrar em cemitérios ou as percepções de leveza e paz próximas à natureza.
Este é o caminho pensene a forma com que nos comunicamos com o universo. É através dos pensenes que formulamos as palavras que iremos dizer, nossa forma mais física e direta de se comunicar. Por isso, concentrar-se no poder da palavra é muito importante, é a expressão mais física do pensene, por tanto a mais densa e próxima da realidade.

Foi através deste “poder da palavra” que os grandes mestres realizaram inúmeros milagres. Suas intenções verdadeiras e pleno conhecimento da mente cósmica permitiam que os mestres realizassem proezas incríveis, verdadeiros milagres para aqueles que desconhecem o potencial ilimitado da consciência.
A palavra é a manifestação física da criação e seu poder é inquestionável. Assim ensinam diversas religiões, ciências e filosofias. Conhecemos os poderes dos mantras, as palavras sagradas da Índia, do Tibet e de vários lugares do mundo, já presenciamos histórias sobre o poder da oração e da cura, e já proferimos palavras que nos geraram bem estar e felicidade. Da mesma forma também já vimos o poder destrutiva que uma simples palavra como – Atacar – tem quando emitido por um general em campo de batalha.
Portanto devemos respeitar este poder, e aprender a utilizar conscientemente palavras que criem uma realidade coletiva de mais amor e fraternidade. Por isso é tão importante a gentileza, e a cordialidade. Palavras como bom dia, por favor, com licença e muito obrigado são sempre bem vindas e elevam as vibrações. Devemos aprender a falar com o coração, e deixar que o mesmo comunique-se através de nossas palavras, para que estas sejam suaves e harmoniosas. Porém, sejamos também decididos e convictos quando falamos sobre a verdade. Não podemos curvar a voz do coração diante de mentes intelectuais, que costumam se gabar por suas belas palavras e oratórios. Por mais simples que ela seja, por exemplo, a linguagem cabocla dos irmãos do movimento umbandista, o amor e o coração devem ser o centro da comunicação, pois estes estão além de qualquer proeza ou capacidade intelectual, frutos da mente.
Na seção final sobre as teáticas, existem algumas sugestões que podem melhor nosso potencial comunicativo.

FONTE: Livro Programação Existencial - Descobrindo o propósito da vida. (Mautama Krishnarabi)

Será que “sou índigo ou cristal”?


Ao observar nossa vida cotidiana, podemos perceber com clareza como todos os processos da humanidade estão se acelerando. Se analisarmos a história recente, a última década, por exemplo, que foi a primeira do século XXI, comparando-a com a primeira década do século XX, e fomos retrocedendo no tempo, logo iremos concluir que é um fato como a humanidade evolui em inteligência e tecnologia. Em contrapartida, também podemos perceber nitidamente que as diferenças sociais e principalmente conscienciais tornam-se cada vez mais discrepantes. O mundo que vivemos está chegando à um ápice evolutivo, a ponto de executar um “salto quântico evolutivo”... O planeta Terra, amada Gaia, vivencia em sua totalidade um processo de “ascensão” elevando suas frequências de uma energia índigo, para dar um novo passo em sua evolução, manifestando a plenitude do AMOR e da Paz através da “Consciência Cristal”.

             Nos últimos anos, é cada vez mais frequente a quantidade de informações que encontramos sobre crianças índigos e cristal, sendo que a maioria delas, são meras repetições e “rótulos” que acabaram por se tornar um grande foco comercial, do pessoal da “Nova Era”. Como em tudo aqui na matéria, a dualidade sobre este tema se acentua, e somente nossa experiência pessoal é que pode comprovar determinadas “verdades relativas”.
         Já se passaram mais de 7 anos desde meu primeiro contato com o tema “índigos e cristais”, e nos últimos três, venho dedicando-me integralmente em compreender mais as teorias apresentadas, vivenciando esses conhecimentos com os seus verdadeiros “detentores”, os seres índigos e cristal.
                Grande parte dos textos e livros do assunto, citam datas de referência e a principal delas seria em Agosto de 1987, data conhecida como “Convergência Harmônica”, aonde os seres responsáveis pela evolução de Gaia, reuniram-se e “abriram novos campos de consciência e possibilidades de evolução”. Muitos pesquisadores referem-se ao campo cristalino ou REDE CRISTAL 144, como uma malha eletromagnética que envolve o planeta, e cria o “holograma da vida”. Neste campo de hipercomunicação, também conhecido como noosfera, todas as consciências, funcionam como uma única Consciência coletiva, a Unidade de vida em Gaia; uma “Consciência Cristal”.
Muitas pessoas que fazem esta mesma pergunta: “Será que sou índigo ou cristal?”; acabam percebendo que as respostas as levam à crer que muitas vezes somos os dois. E isto é um fato na dualidade. Grande parte dos seres humanos está vivenciando uma transição de índigo para cristal, e oscila entre momentos de plena lucidez e momentos de dúvida e dualismo.
                 Gosto de enfatizar o que aprendi sobre este assunto na prática, e um dos principais ensinamentos que recebi (diretamente de crianças cristais) é que a idade é o irrelevante, assim como as datas em que os seres nasceram. Através de minhas pesquisas percebei que existem adultos que já nasceram “cristal” e te mais de 40 anos, e que tem crianças de 4 anos que ainda são totalmente “índigos”.


O que posso dizer é que existe sim uma tendência maior de que a geração índigo sejam jovens e adultos de seus 15 à 40 anos, que os “violetas” tenham entre 10 a 20 anos, e que as crianças são em maioria consciências  mais próxima da energia cristal.
Em 1987, na convergência harmônica, Gaia recebeu uma nova oportunidade de avançar em energia e consciência, e uma série de fenômenos de expansão do campo eletromagnético do planeta, criaram muitas possibilidades, e a “aceleração” do tempo-espaço, e por consequência um maior dinamismo evolutivo.



Com tantas informações que chegam sem parar, da consciência infinita para cada um de seus canais humanos, ainda resta a pergunta: “SERÁ QUE SOU INDIGO OU CRISTAL”?

Posso dizer que somos todos UM... Todos índigos e todos cristal.

Os índigos sentem-se totalmente livres para AMAR de qualquer forma, para “destruir” os velhos sistemas, para romper limites, para descobrir, desbravar, investigar e mudar qualquer coisa, pois tem uma forte certeza interior de que tudo é como dever SER. São conhecedores de sua missão pessoal, “revolucionários” por natureza, totalmente à favor da liberdade de expressão, e são os primeiros a “lutar” contra hierarquias opressoras. Os índigos são os verdadeiros “leões da vida” que tem energia e atitude para cumprir a missão, “custe o que custar”.
Os violetas são seres que tem uma tendência pacificadora e harmonizadora das situações, gostam de utilizar a diplomacia e a inteligência para criar soluções que “evitem conflitos”. Com uma energia mais “refinada e sutil” que os índigos, possuem a sabedoria e a compaixão pelos seres “caídos” e sempre buscam formas de transmutar as situações, o que por muitas vezes pode ser doloroso para eles mesmos, pois tem uma certa tendência em “somatizar” o sofrimento alheio.
Os cristais são puro AMOR, alegria, brincadeira, leveza e presença de espírito. Dizem tudo com seus olhares, nem precisam de palavras, de ações ou de qualquer tipo de “ativismo” para cumprir seu objetivo, pois já sentem totalmente a UNIÃO interior com a Fonte de AMOR, a Consciência Suprema  que é Deus. Estes seres modificam o mundo por sua simples presença.
Existem muitas outras formas de identificarmos as crianças índigo e cristal, e serão muitos os livros e artigos que irão dar dicas sobre o assunto, mas como um SER Índigo-Cristal este é um resumo, uma resposta para a pergunta...
 
- Sua experiência pessoal é a única forma de comprovar a realidade. Ao invés de acreditar em tudo o que leu aqui, ou em qualquer lugar, busque experimentar o AMOR que existe em ti. Medite por alguns minutos e vai ver que todos somos índigos, violetas, cristais, e que também somos os seres “caídos”, que estão opacos e sem refletir a luz... Somente experimentando a verdade é que seremos realmente conscientes que somos filhos de Deus, que somos AMOR, e a resposta para esta, ou para qualquer pergunta é a mesmo... Somos todos UM... Somos todos AMOR!
FONTE : BLOG CONSCIENCIA CRISTAL.

domingo, 12 de janeiro de 2014

DNA e GNA - Ativação da Consciência Cristal

DNA CÓSMICO SUPER NOVA 1987 A

Em novembro de 1999. uma descoberta estava deixando nossos cientistas espantados. Tudo começou na madrugada de 23 de janeiro de 1987, quando foi detectada, pelo observatório astronômico de Mont Blanc, em Dakota do Sul, a presença de uma supernova.

Chamaram-na de 1987a. Supernovas são estrelas gigantes que tendo extinto seu combustível nuclear explodem espetacularmente.

A media de produção de supernovas na galáxia é de uma a cada cinquenta anos, porém, já faziam 300 anos desde a última ocorrência.

Anos mais tarde a Nasa colocou no espaço o satélite observatório Hublle. Depois de exaustiva pesquisa pelo espaço sideral, terminou por fotografar os restos da supernova 1987 e espantados os cientistas puderam ver a presença de dois misteriosos anéis, não concêntricos, formados pelos escombros e gases da gigantesca estrela.

Mas, o mais impressionante é que na intersecção dos anéis a estrela havia se transformado num olho ardente, de espectro verde.



Essa supernova está a uma distância de 160.000 anos luz da Terra. Isto quer dizer que esta imagem, agora captada pela Hublle, iniciou sua viagem ao nosso planeta muito antes do que qualquer civilização humana conhecida tenha existido.

Na mesma época a Nasa estava preocupada com o DNA humano, inúmeras pesuisas estavam se desenvolvendo em seus laboratórios. Na internet, em seu site, podiamos ler uma longa série deles, com informações inacreditáveis vindas de mentes supostamente cépticas dos cientistas ocidentais.

Muitos estudiosos achavam que esta luz que agora nos visitava, proveniente da estrela implodida, estavam, de alguma forma, interferindo nos padrões de comportamento do DNA humano.




As pesquisas apontavam para o fato de que esta luz, portadora de todos os códigos e memórias daquela estrela, faziam vibrar a glândula pineal de muitas pessoas que, por um processo ainda desconhecido na época, acabavam interferindo de forma contundente o DNA delas.

Entretanto, de um dia para o outro, estas páginas desapareceram da Internet e o silêncio habitual das pesquisas que podem alterar o sistema dominante estabelecido se abateu implacável.

Foi quando recentemente nós nos deparamos com os resultados de outra pesquisa, desta vez de origem russa.

Diz esta pesquisa que o DNA humano funciona como uma grande rede de comunicação, é uma espécie de Internet biológica.

Estas pesquisas se basearam no fato de que apenas 10% do DNA é usado para produzir proteinas, o restante era considerado como excepiente, isto é, veículo, aquilo que se coloca nos remédios para dar volume e consitência.

Entretanto a natureza não tem por hábito desperdiçar energia ou material, tudo tem uma razão específica e bem determinada. Foi assim pensando que foram reunidos aos geneticistas pesquisadores, estudiosos de outras áreas, muitas delas que aparentemente não tinham nada a ver com genética e começaram uma pesquisa séria nos 90% descartáveis.

Os primeiros resultados vieram dos linguistas que, baseados nos resultados das pesquisas dos geneticistas, perceberam que o código genético, especialmente nos 90% aparentemente inúteis, segue as mesmas regras de todas as linguagens humanas!

Para chegar a esta conclusão eles colocaram lado a lado a sintaxe, a semântica, as regras gramaticais com os dados fornecidos pelos geneticistas e perceberam que os elementos que compõe o DNA respondem às mesmas leis básicas de formação de nossas linguagens. Com isto concluíram que o nascimento de nossa linguagem não foi um ato aleatório, nascido de uma casualidade, mas sim como um reflexo impulsivo do DNA humano.

E é então que nos reportamos à Doutrina da Tradição que diz que todos os idiomas são oriundos de uma língua mãe que deu origem a todas as outras. Encontramos referências a este respeito na nossa mitologia judaico-cristã na passagem bíblica da Torre de Babel.

Existem certas palavras que estão presentes em muitos idiomas e usada por povos sem a menor possibilidade de contato. Palavras havaianas similares a encontradas em povos do centro da África.

A palavra Manu, por exemplo no judaísmo é o maná que cai do céu e alimenta o povo faminto (energia). No Havaí encontramos Mana, uma forma de energia mental. Manú é também um lendário sumo legislador indú...




Pjotr Gargajev biofísico e biólogo molecular Russo, concluiu que: “Os cromossomos vivos funcionam como computadores solitônico-holográficos que usam a irradiação a Laser do DNA endógeno”.

Solitônico é uma onda solitária que se propaga sem deformar-se num meio não linear [imagine que você joga uma pedra numa lagoa muito tranquila, ao tocar a água ela fará uma série de ondas concêntricas que irão avançar a até a margem.

Pense agora na mesma pedra sendo atirada num rio turbulento, imagine que ela cria uma única onda que se propaga da mesma forma imperturbável da sua onda irmã do lago sereno, só que está em meio da turbulência e agitação das águas do rio - isso é uma onda solitônica.

Isto quer dizer que os cromossomos se comunicam através de determinados padrões de frequência. De posse deste conhecimento eles modularam raios lazer em certos padrões de frequência e assim influenciaram a freqüência do DNA e a própria informação genética contida nele.

O problema seria como descobrir estas freqüências consideradas certas. Mas, como a estrutura básica do DNA e da linguagem são as mesmas não há a necessidade da decodificação do DNA para conhecê-las.

Pode-se simplesmente usar palavras e sentenças da linguagem humana! Foi isto que eles provaram experimentalmente.

O DNA vivo (no tecido vivo, não in vitro), sempre reagirá não só aos raios laser modulados em padrões de linguagem , mas até às ondas do rádio, isto se as freqüências apropriadas estiverem sendo usadas. Desta maneira puderam explicar cientificamente por que o treinamento autógeno, as afirmações, as sugestões, a hipnose e a vontade, podem ter efeitos tão fortes nos seres humanos e em seus corpos.


Isto tudo que estes notáveis pesquisadores descobriram é a comprovação daquilo que sempre apregoou a Doutrina da Tradição e seus mestres através de várias escolas de conhecimento, de que o corpo humano é programável pela linguagem, por palavras e pelo pensamento. A única coisa é que não existe é um padrão absolutamente definido de resultado, cada indivíduo tem o seu, de acordo com fatores como fé (intensidade de crença), maturidade espiritual, aplicação... Já no caso das experiências se a freqüência é a certa os resultados são previsíveis.

Os pesquisadores russos, ao contrário dos ocidentais que cortam genes simples da estrutura do DNA e os inserem em outra parte, podem influenciar o metabolismo celular através das freqüências de rádio e das freqüências de luz, moduladas apropriadamente, e assim reparar defeitos genéticos.

Gargajajev fez ainda a seguinte experiência, danificou alguns cromossomos com raio X e através de padrões de freqüências obtidos em um DNA sadio, conseguiu, usando lazer, reparar as danificadas.

Através do mesmo método conseguiu transformar embriões de rã em embriões de salamandras. Tudo isto com uma vantagem, toda a reprogramação foi efetuada sem quaisquer dos efeitos secundários ou desarmonias encontrados quando se extrai e se re-implanta genes simples do DNA.

Mas existem outras coisas interessantes que nos são apresentadas pelos cientistas Russos. Eles descobriram que o nosso DNA também pode causar perturbações no vácuo, produzindo aquilo que é conhecido como buraco de minhoca!

Os buracos de minhoca são os equivalentes microscópicos das assim chamadas Pontes de Einstein-Rosen existentes na vizinhança dos buracos negros (deixados pelas estrelas extintas). Eles são conexões entre áreas totalmente diferentes no universo através das quais informações podem ser transmitidas fora do espaço e do tempo. Assim, informações podem ser enviadas de um universo para outro sem nenhum ponto de contato físico ou temporal.



As informações ao atravessar esta ponte inter-espacial são atraídas pelo DNA que, dependendo das condições, as passa para a nossa consciência. Este processo é chamado de hipercomunicação e é mais eficaz quando o indivíduo está em estado de relaxamento. Estresse, ansiedade, preocupações ou uma mente muito agitada impede que a hipercomunicação seja bem sucedida e fará que a informação seja totalmente distorcida e inútil.



De forma resumida podemos dizer que a hipercomunicação acontece quando se tem acesso a uma informação que está fora da base de conhecimento do indivíduo. A informação chega sem que haja qualquer inteiração dentro dos padrões normais de espaço e tempo. Por exemplo, o Chico Xavier tinha a capacidade de falar qualquer idioma (vivo ou morto) quando tinha necessidade.

A hipercomunicação vem sendo usada pela natureza, com sucesso, por milhões de anos. Um exemplo disto é o organizado fluxo de vida nos reinos dos insetos.


Quer ver um exemplo da utilização da hipercomunicação pela natureza: Quando uma formiga rainha está separada espacialmente de sua colônia, a formação ainda continua fervorosamente e de acordo com o plano. Se a rainha for morta, entretanto, todo o trabalho na colônia se interrompe. Nenhuma formiga sabe o que fazer. Aparentemente, a rainha envia os “planos de formação” também por via distante da consciência de grupo de seus assuntos. Ela poderá estar tão afastada quanto queira, contanto que esteja viva.

Os animais, em geral, agem como grupo. Os mestres da Doutrina da Tradição, há centenas de séculos, nos falam das almas grupo, as mônadas, que funcionariam como uma consciência grupal e para a qual todas as experiências dos indivíduos são reportadas.

Baseados nestes conhecimentos, Grazyna Gosar e Franz Bludorf, dopesquisadores russos, nos dizem que nos tempos primitivos os homens se ortavam como os animais, todos intensamente conectados com a consciência do grupo e mais que isto, agindo como um grupo, usando a hipercomunicação.

Porém, chegou um momento em que, para desenvolvermos e experienciarmos a individualidade, nós humanos, necessitávamos abandonar o uso da hipercomunicação quase que completamente.

Agora que estamos absolutamente estáveis em nossa consciência individual, podemos criar uma nova forma de consciência de grupo, na qual chegaremos a acessar toda a informação por meio de nosso DNA, sem sermos forçados ou mesmo remotamente controlados sobre o que fazer com esta informação.

Como na Internet podemos, através do nosso DNA, alimentar com nossos dados a rede e estabelecer contato com outros participantes, trocando informações.

A cura à distância, telepatia ou captação à distância de informações sobre o estado de parentes, e muitos outros fenômenos paranormais, podem assim ser explicados.

Alguns animais sabem quando os seus donos planejam voltar para casa, mesmo que estes estejam muito distantes. Este tipo de captação pode ser interpretado por meio de conceitos da hipercomunicação e da consciência grupal.

Os pesquisadores acham que se os humanos, com plena individualidade, reconquistassem a consciência de grupo, eles teriam um poder divino para criar, alterar e formar coisas na Terra! E a humanidade está se movendo coletivamente em direção a uma consciência de grupo de um novo tipo. As mudanças crescem em expressão geométrica.




Cinqüenta por cento das crianças que estão nascendo neste momento serão crianças problema quando forem para a escola, pois o sistema trata a todos de forma global, como massa. Em sua grande maioria elas estão sendo massacradas para se enquadrarem no sistema vigente. Porém, a individualidade das crianças de hoje é tão forte que elas se recusam a este ajuste forçado e se rebelam. A cada dia nascem mais e mais crianças clarividentes, clariaudientes, cognitivas... são as tais crianças chamadas índigo.

Algo nestas crianças está pressionando mais e mais em direção à uma consciência de grupo de um novo tipo, e isto não tem volta.

Só para você ter uma idéia o tempo é difícil de ser influenciado por um simples indivíduo, mas pode ser influenciado por uma consciência grupal. Lembre-se das tribos que praticam a dança da chuva.



Quando ocorre a hipercomunicação, pode-se observar tanto no DNA, como no ser humano, fenômenos especiais. Os cientistas Russos irradiaram amostras do DNA com raio laser. Estes formaram na tela de um computador um padrão de onda típica. Quando eles removeram a amostra do DNA, o padrão de onda não desapareceu, ele permaneceu ali, como antes. Muitos experimentos controlados mostraram que o padrão ainda vinha da amostra removida, cujo campo de energia permaneceu aparentemente por si só. Este efeito é chamado de efeito fantasma do DNA. Supõe-se que a energia de fora do tempo e espaço flui ainda através dos buracos ativados depois que o DNA foi removido.

Um efeito secundário encontrado muito freqüentemente na hipercomunicação é o surgimento de certos campos eletromagnéticos inexplicáveis nas adjacências das pessoas envolvidas no processo.

Aparelhos eletrônicos como computadores, reprodutores de Cds, relógios digitais e similares podem ser contaminados e param de funcionar. Mais tarde, quando o campo eletromagnético se dissipa, os aparelhos voltam a funcionar normalmente. Alguns são tão fortemente atingidos que nunca mais voltam a funcionar. Muitos curadores e sensitivos conhecem bem este efeito à sua volta. Talvez este parágrafo seja tranqüilizador para muitos deles que são constantemente importunados por estas ocorrências, pois isto significa que eles são bons na hipercomunicação.

Cientificamente falando, o tempo é fortemente influenciado pelas freqüências da ressonância da Terra, as chamadas freqüências Schumann. Mas estas mesmas freqüências são produzidas em nossos cérebros, e quando muitas pessoas sintonizam o seu pensamento, ele passa a funcionar como um laser, então, não será surpresa alguma que eles possam influenciar o tempo.

Os pesquisadores da consciência de grupo formularam a teoria das civilizações do Tipo 1. Uma humanidade que desenvolveu uma consciência de grupo de um novo tipo não teria nem problemas ambientais nem carência de energia. Pois se ela fosse usar o seu poder mental como uma civilização unida, teria o controle das energias de seu planeta natal como uma conseqüência natural. E isto inclui todas as catástrofes naturais!!! Uma civilização teórica do Tipo 1 seria até capaz de controlar todas as energias de sua galáxia natal.

Verificou-se em laboratório que um fenômeno estranho ocorre sempre que uma grande quantidade de pessoas focaliza a sua atenção numa mesma coisa, seja o Natal, o campeonato mundial de futebol, a morte do Airton Sena, a visita do Papa. Nestas ocasiões, programas geradores de números aleatórios nos computadores começam a liberar números ordenados!.. Os pesquisadores provaram com isto que uma consciência de grupo ordenada cria a ordem em todas as suas adjacências.

Mas vamos retornar ao DNA. Os pesquisadores russos concluíram que, aparentemente, ele se comporta como um supercondutor que pode funcionar na temperatura normal do corpo. Os supercondutores artificiais requerem temperaturas extremamente abaixas, entre 200 e 140° C abaixo de zero para funcionar.

Todos os supercondutores são capazes de armazenar luz e assim, informação. Este é um dado adicional de como o DNA pode armazenar informação. Há um outro fenômeno ligado ao DNA e aos seus buracos de minhoca. Normalmente estes buracos são intensamente instáveis e se mantém somente por frações mínimas de segundo. Porém, sob certas condições podem-se organizar buracos estáveis, que formarão domínios distintos do vácuo, nos quais, por exemplo, a gravidade pode se transformar em eletricidade.


Os domínios do vácuo são bolas com brilho próprio de gás ionizado que contêm quantidades consideráveis de energia. Há regiões onde tais bolas brilhantes aparecem muito freqüentemente.

Os Russos descobriram que os domínios do vácuo emitem ondas de baixa freqüência e que podem também serem produzidos por nossos cérebros. Por causa desta similaridade de ondas, eles reagem segundo os nossos pensamentos.

Muitos mestres espirituais produzem também tais bolas energéticas ou colunas de luz, muitas vezes visíveis durante uma meditação profunda ou no meio de um trabalho de energia.

As gerações anteriores que entraram em contato com tais experiências de hipercomunicação e com os domínios do vácuo visíveis estavam convencidas de que um anjo tinha aparecido diante delas.

GNA É UMA CÉLULA TRANSFORMADA EM ENERGIA


Nós temos o DNA, que é nosso código genético. O GNA é o complemento desse código, como se fosse o nosso DNA transmutado para energia. Então, o GNA é uma célula transformada em energia.

Algumas pessoas têm o GNA ativo, outras não. Quem nasceu a partir de 1971 já tem o GNA ativo. Quem nasceu antes, tem que ativá-lo.

Quando o GNA está em atividade, essa célula energética se desenvolve, ao ser desenvolvida, projeta-se ao oposto dela: ela estando à direita projeta energeticamente a sua correspondente à esquerda, na mesma posição. Por exemplo: se ela está a um centímetro da face, no pescoço, exatamente um centímetro do mesmo ponto ela vai transmutar outra célula, com a mesma energia. E o processo continua. Ela vai se projetando para cima, para baixo e assim sucessivamente, transmutando células-matéria em células-energia, até que todas sejam energia

Todos os seres humanos têm um certo grau de paranormalidade, mas nem todos sabem usar essa energia psíquica. Manifestações paranormais de efeitos físicos (entortar, quebrar objetos) significam que você conseguiu desprender energia na matéria. E essa energia é desprendida com a ativação e o desenvolvimento do GNA.

Para ativar o GNA existem técnicas especiais, utilizando essas técnicas, qualquer pessoa pode ativá-lo, desenvolvendo a seu poder mental.

O GNA é necessário para acelerar nosso processo de evolução. Transmutar nosso metabolismo para energia, despertar nossa consciência, fazer com que acessemos o conhecimento cósmico. Nós estamos aquém de nossas reais capacidades mentais. A Espiritualidade nos diz que o ser humano existe nessa realidade com a intenção de redescobrir o seu Dharma (missão de vida) e assim cumpri-lo.

O mundo tridimensional bloqueia o nosso conhecimento, então é difícil desenvolvermos algumas capacidades psíquicas (vidência, a percepção, a premonição, a telepatia, a clarividência, tudo o que abrange o grupo psigama, a região livre do cérebro). Devemos trabalhar para favorecer esse "despertar".

Alguns estudos nos dizem que até o DNA se transformar em energia, ele terá doze hélices (e não apenas duas como atualmente). Doze filamentos que representarão os seis estágios evolutivos da alma.

As sensações de quem tem o GNA ativo normalmente são: enxaqueca constante, dor na região cervical, tensão na musculatura, o pescoço estala muito, zumbido nos ouvidos (uma pressão que não é arterial, nem é labirintite). Se a pessoa tem essas sensações, vai ao médico e não descobre nada, isso pode ser excesso de energia, pode ser o GNA em atividade.

GNA É O NOVO DNA DE 12 BANDAS


Desde que o DNA foi definido como uma helix de duas bandas antiparalelas de nucleótidos complementares (A,T,C,G) todo um novo mundo se abriu para a Ciência. O Genoma Humano já foi todo sequênciado, provas de ADN são usadas em medicina forense, testes de paternidade, doenças genéticas, medicamentos DNA-específicos.. etc.

Esta sequência de aminoácidos presente em quase todas as nossas células diz-se conter toda a nossa informação genética: traços físicos, psiquicos e provavelmente morais, embora não se consiga encontrar o onde de cada uma dessas coisas...

Após um certo limite é tudo somente expeculação.
No mundo da Espiritualidade, as coisas vão bem mais além, visto q n há barreiras ao pensamento.

Um tema muito actual no mundo espiritual é o GNA (AGN), que é o que se chama do nosso verdadeiro código espiritual! Este não é composto por duas cadeias, mas sim 12! sendo 2 delas físicas (as que a nossa ciência acredita) e as demais 10 etéricas.

Os Lemurianos falavam já de 32 bandas deste código, mas vou deixar esse tópico para outra altura.

O GNA, é um tema que já circula também os meios científicos, sendo que muitos investigadores lutam para provar a exsitência destas bandas não tão visiveis.

O nosso DNA (do qual 97% é considerado lixo sem qualquer valor e somente os restantes 3% é que codificam informação válida). Evidentemente esses 97% não são lixo... contém é informação sobre as nossas vidas passadas (registos akashicos) que a nossa ciencia ainda n sabe interpretar.

As demais 10 bandas (que já foram vistas pelos miscroscópios!!!) são chamadas pelos cientistas de DNA sombra

Alguns métodos recorrem á seguinte caracterização de bandas:
1 par (físico)
responsáveis por aspectos do corpo físico. Mostram a predisposição duma pessoa em relação a algumas condições de saúde, envelhecimento, metabolismo, etc..

2º par (etérico)
Tratam dos aspectos emocionais, bem como inclinações para padrões emocionais.

3º par (psíquico)
Contem o perfil genético mental. Traduzem se a energia mental vai ser usada em pensamento directo, linear, lógico ou intuitivo, artistico, etc. Contem tambem informação sobre se a pessoa é optimista ou pessimista.

4º par (alma)
Contém o chamado Karma(ou Dharma para os que preferem). Predisposições para padrões karmicos trazidos para esta vida, feridas karmicas... energia inacabada simplesmente. Se os comandos correctos forem empregues, é possível terminar estes projectos abertos a qualquer altura.

5º par (astral)
Influencia electromagnética do sistema solar, integrado com a força da gravidade de onde a pessoa nasceu. Contem os códigos que podem ser lidos numa carta astrológica.

6º par (transformação)
Habilidade de criar e re-criar. A parte mais espiritual do nosso ADN. Connectada a todas as criações, está ligada com o Universo.

Uma teoria é que no passado, todas estas bandas estavam connectadas entre si e o ser humano no ápice da sua vertente espiritual em permanente conecção com os outros mundos, mas estas ligações foram-se perdendo e os trabalhadores da luz focam em re-daquirir estas ligações perdidas... este GNA pode ser activado através de frequências, decretos, ou normalmente através de atitudes ao longo da vida.

As frequências de Solfeggio são um exemplo disso: O que são ?
http://www.youtube.com/watch?v=tgMQOAWeVs0

Depois da reactivação do GNA benefícios possíveis:
- desaparecimento de rugas
- crescimento capilar
- aumento da intuição
- maior acuidade auditiva e visual
- estabilização do peso
- maior crescimento das unhas
- aumento da percepção
- mudanças a nivel social
- experiências de limpeza
- maior conecção ao mundo espiritual
- saber qual é a nossa missão.
- certeza de sermos filhos de Deus
encarnados neste planeta com um propósito divino

Não vou abordar com mais pormenor o tema, pois o que importa é que trabalhemos pa isso, e uma compreensão teórica aprofundada do tema só complica aquilo que devia ocorrer naturalmente, fazendo com que o nosso racional interfira no processo.







fonte: http://www.yogachikung.com.br/energia-das-formas/dna-e-gna-cosmicos
http://neusarochateles9.blogspot.com/
ciencia-e-espiritualidade.blogspot.com
luzeterna.blogspot.com
www.imagick.org.br

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

O sistema de 12 Dimensões (Arcanjo Ariel - via canalização)


O sistema de 12 Dimensões
(Arcanjo Ariel ? via canalização)

 
Antes de tudo, vou descrever resumidamente as várias dimensões ou planos de existência de acordo com o nosso modelo.
Usamos um modelo de doze dimensões e vocês, que habitam um corpo físico, existem na terceira dimensão, que se baseia na matéria.
 

A quarta dimensão, vulgarmente designada por plano astral, baseia-se sobretudo nas emoções. Juntas, essas dimensões formam o que chamamos de Mundo Inferior da Criação. Essas são as dimensões onde o jogo da separação se realiza. Essas são as únicas dimensões nas quais é possível sentir-se separado do Espírito, bem como dos outros seres humanos. Todos vós se tornaram muito bons nesse jogo. Foi um jogo de separação muito bem sucedido, mas agora é hora de acabar com ele. Portanto, este planeta encontra-se em processo de ascensão e atualmente está a vibrar nos níveis mais baixos do plano astral. Como parte do processo de ascensão, todas as dimensões se fundirão com as dimensões superiores e deixarão de existir.
Como atualmente o planeta vibra no nível do plano astral intermediário, muitos de vós começam a sentir-se como se estivessem a sonhar. Nunca estão bem certos se estão acordados ou a dormir.
As continuidades estão-se a romper. Paira no ar o sentimento de que as coisas podem mudar enquanto vocês as seguram nas mãos. A caneta com a qual estão a escrever pode tornar-se um martelo, e essa falta de continuidade acabará por não incomodá-los, exatamente como ocorre quando vocês estão a sonhar.
Vocês perceberão que o estado onírico está a alterar-se, que no momento em que despertam não se sentem muito seguros de que estão acordados. E ficarão lúcidos enquanto sonham, totalmente conscientes nesse estado. Estarão totalmente conscientes de si enquanto passam de uma realidade para outra, sentindo que elas também são reais. Vocês terão a impressão de que não existe apenas uma única realidade verdadeira.


A quinta, a sexta, a sétima, a oitava e a nona dimensão formam o Plano Intermediário
da criação.


A quinta dimensão é a do Corpo de Luz, na qual vocês têm consciência-de-si-mesmos como seres divinos, como mestres e seres multidimensionais. Na quinta dimensão, vocês estão inteiramente voltados para a espiritualidade. Muitos de vocês vieram deste plano para se tornarem Obreiros da Luz aqui.
 

A sexta dimensão detém as matrizes dos padrões de DNA para a criação de todos os tipos de espécies, inclusive a humana. Ela é constituída sobretudo de cores e tons e é também onde as Linguagens da Luz são armazenadas. É a dimensão na qual a consciência cria através do pensamento e é também um dos lugares que vocês visitam enquanto dormem. Pode ser difícil perceber essa dimensão, uma vez que vocês não têm corpo, a não ser que optem por criar um. Quando viajam pela sexta dimensão, vocês
são como? um pensamento vivo??. Vocês criam através da consciência, mas não têm necessariamente um veículo para essa consciência.
 

A sétima dimensão é a da criatividade pura, da pura Luz, do puro tom, da pura forma e pura expressão. É o plano do aperfeiçoamento infinito e é o último plano em que vocês se vêem como indivíduos.

A oitava é a dimensão da mente grupal ou espírito de grupo e é onde vocês têm contato com a maior parte do que são. Ela é caracterizada pela perda de ?senso do eu?. Nas viagens através das múltiplas dimensões, essa é aquela em que têm mais dificuldade para manter a consciência individual, uma vez que se tornam puramente ?nós?, e atuam com propósitos grupais. Portanto, pode parecer como se estivessem a dormir ou se tivessem simplesmente ?apagado?.
 

De acordo com o modelo que usamos, a nona dimensão é o plano da consciência coletiva dos planetas, sistemas estelares, galáxias e dimensões. Nessa dimensão também é extremamente difícil manter o senso de ?eu?, uma vez que a pessoa torna-se tão ampla que abrange tudo. Imaginem-se como se fossem a consciência de uma galáxia! Vocês contêm todas as formas de vida, estrelas, planetas, bem como a mente grupal de todas as espécies existentes nela.
A décima, a décima primeira e a décima segunda dimensões formam o Plano Superior da Criação.
 

A décima dimensão é a fonte dos Raios cósmicos, a morada do que chamamos Elohim.É onde são traçados novos planos de criação que depois são enviados para os níveis intermediários de criação. O senso do ?eu? pode ser preservado nesse nível, mas não é exatamente o mesmo senso que se está acostumando a ter na terceira dimensão.

A décima primeira dimensão é a que antecede a formação da Luz: o ponto anterior à criação e um estado de expectativa enorme, exatamente como o momento que antecede o espirro ou o orgasmo. É o plano do ser conhecido como Metatron, bem como dos Arcanjos e outros Akáshicos deste sistema de Origem. Existem registros akáshicos planetários e akáshicos galácticos, bem como do akáshico de todo um sistema de Origem. Vocês encontram-se num dos muitos sistemas de Origem. Portanto, estamos a dar-lhes a descrição de apenas um sistema de Origem: este aqui. Se forem a outro sistema de Origem, tudo será diferente. Como sou um Arcanjo, o meu lugar de referência é a décima primeira dimensão.


A décima segunda dimensão é o Ponto Um, onde toda consciência vê a si mesma como sendo totalmente una com Tudo Que Existe. Não há nenhuma espécie de separação. Se vocês entrarem em contacto com esse nível, terão a sensação de que são inteiramente unos com Tudo Que Existe, com a força do Criador. Se vocês entrarem em contato com essa força, vocês nunca mais serão os mesmos, uma vez que, a partir do momento que conheceram a perfeita unidade, não poderão mais manter o mesmo nível de separação.


http://www.anjodeluz.com.br/12dimensoes.htm

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Arcanjo Gabriel - "O ano dos relacionamentos equilibrados" - 21.12.2013


Saudações, Queridos!
Que prazer e honra é estarmos aqui com vocês hoje. Que apresentação magnífica de almas, dispostas a vir e ancorar as energias para todos se beneficiarem.
Vocês são abençoados e honrados hoje em sua função e, claro, quando falamos sobre aqueles que participam do grupo, nós não nos referimos somente àqueles presentes nesta sala neste momento, mas também àqueles que apreciarão esta transmissão na sua internet num momento posterior. Nós lhes desejamos um solstício abençoado e alegre. Vocês foram magníficos.
Porque vocês mudaram, purificaram e tão diligentemente transmutaram energias, agora vocês estão contendo os códigos de luz que não eram possíveis em qualquer outra época de seu planeta.
Esta é a profundidade do que vocês realizaram durante este último ano. Vocês praticamente estão irreconhecíveis energeticamente comparando com a mesma época do ano passado. Em apenas um curto ano de seu tempo linear vocês evoluíram tudo isso! É absolutamente extraordinário o que vocês realizaram e nós estamos muito felizes e entusiasmados por cada um e todos vocês.

Então tirem um momento para se parabenizarem por um trabalho bem feito. Conforme vocês avançarem em suas comemorações de Natal, ou outras festas independentemente de qual seja seu sistema de crença, seu foco será de comemorar e se conectar com amor, dar com generosidade, agradecimento, alegria e unidade.
 
Ao passarem por este momento muito importante, vocês estão gravando em vocês todo o progresso que vocês criaram. Vocês criaram o progresso. Foram vocês que se apresentaram e fizeram o trabalho. Vocês decidiram entrar no corpo e estar a serviço durante esta época sem precedente em seu planeta. Isto é a sua recompensa justa. Então comemorem!
Muitos de vocês são severos demais com vocês e pensam que nunca fazem o bastante. Por favor, queridos, comemorem! Aproveitem o que vocês criaram! A comemoração é merecida. Sim, nós estamos dizendo que é uma época em que vocês podem descansar à sombra de seus louros por um pequeno tempo.
 
Então, ao fixarem seu progresso, ao mudarem novamente com o influxo das energias crísticas em seu planeta durante a época de festas e ao mudarem novamente para as energias de um ano novo, vocês estarão preparados para começar a verdadeiramente colher os benefícios de todo o seu árduo trabalho.
Então, toda a purificação e liberação, toda a mudança, toda a cura por que vocês têm passado (e nós rimos quando nossa parceira de transmissão fala que ela deveria estar chata como uma panqueca por causa da prensa por que ela passou tantas vezes), tudo foi em preparação para isto.
Agora que vocês esvaziaram o que não era mais de seu eu autêntico, vocês abriram espaço para verdadeiramente começar a incorporar sua verdade divina, incorporar seu eu crístico, entrar nas energias do amor incondicional. Vocês entendem? Vocês finalmente se deram permissão para se amar incondicionalmente e para sentir esse amor ser refletido de volta para vocês.
Vocês abriram todo esse espaço e criaram todas essas mudanças em seus corpos para conter energias cada vez mais altas, e desse trabalho, vocês criaram o espaço para incorporar aquilo de que vocês desejam experimentar mais.
 
E não pode ser de outro modo. O que vocês têm, o que agora vocês contêm, somente pode ser refletido de volta para vocês. E é por isso, Queridos, que vocês podem esperar que 2014 será o seu ano de relacionamentos equilibrados. Isto não lhes parece uma mudança bem-vinda? E então, o que isso significa? O que significa o Ano dos Relacionamentos Equilibrados? Significa que vocês estão deixando de estar de alguma forma fora de equilíbrio no seu interior. Muitos de vocês oscilaram totalmente em seus relacionamentos com os outros de estar muito envolvidos para não estar nada envolvidos.
 
Muitos de vocês estiveram trabalhando firme para encontrar equilíbrio em termos de serviço, de como estar adequadamente a serviço e verdadeiramente ajudar os outros por elevá-los e empoderá-los. Com sua sabedoria, vocês estiveram aprendendo como saber quando ajudar e quanto aceitar e permitir. Muitos de vocês aprenderam a receber ao invés de somente dar. Muitos de vocês finalmente estão descobrindo que suas necessidades e bem-estar são igualmente importantes como as necessidades e bem-estar daqueles a quem vocês estão no planeta para servir. Vocês estarão a serviço e vocês alegremente permitirão que outros estejam a serviço para vocês.
 
E mais importante: vocês estão entrando na compreensão de sua importância como um ser divino e uma parte integrante do fluxo e refluxo do todo. Muitos de vocês aprenderam como aceitarem-se como seres espirituais tendo uma experiência humana. Muitos de vocês passaram de ser completamente separado e humano para tentar viver completamente nos éteres e agora estão se tornando uma deliciosa mistura de ambos.
 
Vocês também incorporarão mais equilíbrio por ouvir à sua própria sabedoria divina inata de seu interior e também por reconhecer sua orientação vinda de cima. Vocês também estão encontrando equilíbrio em seus corpos físicos por deixar ir aquilo que não funciona mais para vocês.
Então, muitos de vocês veem com a chegada do solstício são muitos de seus antigos hábitos e questões não solucionadas e os consideram completamente intoleráveis para vocês. Que sinal maravilhoso do quanto vocês cresceram! Vocês não estão mais tentando fazer mudança porque sabem o que é certo ou bom para vocês. Isso é tentar mudar a partir da mente.
Agora vocês estão operando a partir de seus corações e as coisas que não os honram mais simplesmente não se encaixam. Não é uma questão de fazer mudanças porque deveriam, é fazer mudanças porque os velhos modos são completamente inaceitáveis neste ponto e não são mais compatíveis com quem vocês são. É exatamente por isto que vocês estavam esperando!
Da aceitação de seu projeto divino, seu corpo estará se equilibrando e experienciando cura também. Então, agora que vocês sabem que apenas não é mais uma opção para vocês, vocês podem começar a esperar pelo seu futuro e criar o que vocês querem. Como se lhes parecem os relacionamentos equilibrados? Eles honrarão vocês. Eles os elevarão. Eles os celebrarão e apoiarão sua permanência em sua autenticidade e seu crescimento contínuo e expansão.
Vocês estarão entrando na dança do amor, entendendo que o que vocês mantêm, vocês atraem, o que vocês dão, vocês recebem. É como tornar-se parte da pulsação do seu planeta, pegando e dando em lindo equilíbrio, entendendo que o que serve a um serve ao todo, e o que serve ao todo serve a um. Lindo equilíbrio, Queridos!
 
Vocês estarão deixando sua própria consciência de vítima e sua tendência a apoiar a consciência de vítima dos outros, entendendo que cada pessoa tem uma equipe de auxiliadores e um universo que a assistem.
 
Vocês reconhecerão que as pessoas são poderosos criadores e por honrá-las nisso, vocês somente trarão mais equilíbrio para sua vida e lhes darão a oportunidade de encontrar seu próprio equilíbrio em suas vidas também.
Os relacionamentos que vocês tinham que não traziam alegria, nem apreciação são coisas do passado. Vocês se verão atraindo sem qualquer esforço amizades que são baseadas no apoio mútuo ao invés de um que dá e um que pega o tempo todo. Amigos só das boas horas não mais serão atraentes.
 
Vocês podem se contentar tendo menos amigos, mas os amigos que vocês acolherão terão uma ressonância energética muito maior e serão alegres, encorajadores e edificantes.
Visto que vocês trabalharam arduamente com sua definição dos diferentes relacionamentos de todos os setores, agora vocês vão descobrir que seus relacionamentos mudarão profundamente.
Para muitos de vocês isto significará em receber outro divino. Muitos da primeira onda de seres humanos da luz têm levado uma existência muito solitária. Isto mudará no ano de 2014 porque vocês estão preparados. Vocês estão preparados para dar e pegar, para amar e receber. Vocês entendem que viver pelo coração é o modo de navegar. Relacionamentos equilibrados significam que vocês podem entrar na entrega e fluxo e ver isso refletido de volta para vocês.
Vocês trabalharam muito em sua fé e sua confiança e por causa disso vocês estarão seguros de que os relacionamentos que chegam a vocês são um reflexo verdadeiro e magnífico de quem vocês são e vocês deixarão para trás de uma vez por todas a velha bagagem de relacionamentos.
Assim que tiverem feito o trabalho não haverá razão para continuar com os temas de relacionamentos amorosos difíceis que vocês tinham. Eles não servem mais a um propósito para vocês. Essas são energias antigas.
 
Vocês estarão procurando parceiros com níveis semelhantes de integridade - verdadeiros pares energéticos que fazem seus corações cantarem e vibrarem em harmonia conjunta. Estas serão conexões como vocês nunca experimentaram antes.
Vocês também estarão experienciando conexões mais profundas com o seu ambiente, natureza, todas as criaturas viventes, seu amado planeta, com todos os planetas, com o universo inteiro. Estas são coisas que vocês nunca experimentaram com tanta profundidade em seu corpo. Vocês estarão reluzindo com o brilho energético e vendo a divindade em cada uma e em todas as moléculas ao seu redor.
 
Foi para isso que vocês trabalharam. Este é o tempo divino que lhes foi prometido. Vocês simplesmente precisam olhar com novos olhos para ver. Vocês ganharam isso, vocês criaram isso, vocês ancoraram isso. É a sua hora de brilhar! É hora de levar a vida centrada no coração de alegria, graça, facilidade, satisfação, amor incondicional e unidade, e de se permitir passar a ser os mestres que todos vocês são. É a sua hora. 2014 é seu, Queridos. Vocês escolhem o que fazer com ele. Vocês podem criar novamente.
A tela está na sua frente e nós mal podemos esperar para ver o brilho que vocês pintarão nela.
Este é o nosso mais caro desejo e a mensagem para vocês hoje.
Foi um grande prazer.
 
 
Canal: Shelley Young
Facebook: Trinity Esoterics
Twitter: @trinityesoteric
Tradução: Blog SINTESE http://blogsintese.blogspot.com

Mantra - Kadoish, Kadoish, Kadoish, Adonai TSEBAYOTH



Mantra - Kadoish, Kadoish, Kadoish, Adonai TSEBAYOTH



LINK YOUTUBE


MANTRA "KODOISH KODOISH KODOISH ADONAI TSEBAYOTH
POR LORD METATRON & MELCHIZEDEK



É um mantra que expande amor, luz e paz.

MANTRA "KODOISH KODOISH KODOISH ADONAI TSEBAYOTH"

(Kodóich, Kodóich, Kodóich, Adonói Tsabeyót = Santo, Santo, Santo é o Senhor , Soberano do Universo)

O mantra Kodoish, Kodoish, Kodoish Adonai Tsebayoth une todos os biorritmos do corpo (personalidade encarnada) com os ritmos espirituais do corpo do Eu Superior (Ajustador de Pensamento), de modo que todos os sistemas circulatórios operem como um batimento do coração cósmico. 

O mantra Kodoish, Kodoish, Kodoish Adonai Tsebayoth deve ser feito para discernir entre as forças celestiais espirituais e as "negativas".

A saudação ativa um padrão de ressonância com o Trono do Pai que as "forças negativas" não conseguem suportar quando cumprimentadas com esta saudação. 

Esta saudação é tão forte que as "forças negativas" não conseguem permanecer nem por um lapso de tempo na presença de sua vibração. 

O mantra Kodoish, Kodoish, Kodoish Adonai Tsebayoth cria distorções temporais-mentais- espirituais dentro de nosso corpo, que nos permitem crescer de um pequeno microcosmo ao nível próximo da Divindade. 

O mantra Kodoish, Kodoish, Kodoish Adonai Tsebayoth é a chave da transformação e a vibração central coordenando todas as vibrações com o veículo espiritual do Homem.

Fonte: Keys of Enoch*Chaves de Enoch - Dr. J.J. Hurtak

*************

Verbalizem este Mantra: Kodoish Adonai Tsebayoth

Repitam, muitas vezes....

Kodoish, Kodoish, Kodoish Adonai Tsebayoth
Kodoish, Kodoish, Kodoish Adonai Tsebayoth
Kodoish, Kodoish, Kodoish Adonai Tsebayoth

(Tradução: Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus das Hostes!)

SIGNIFICADO: Saudação usada em planos superiores - Santo, Santo, Santo, é o senhor das Hostes (do Universo).

BENEFÍCIO: Traz vibrações elevadas, ajuda em processos de cura e eleva a consciência.

O MANTRA KODOISH é ofertado por elevados Seres de Luz, esse mantra tem poderes transmutadores e pode ser invocado para proteção pessoal e de ambientes

*************

Kodoish, Kodoish, Kodoish Adonai Tsebayoth


Filhos queridos, ao pronunciardes este mantra, frequências densas são elevadas muitas oitavas acima.

Toda vez que ocorre a verbalização desse mantra, essências de luz que estão muito distantes de vós, ouvem.

Portanto, queridos, se desejais limpar os vossos lares e/ou os ambientes em que se encontram - sejam quais forem - utilizeis esse sagrado mantra.

Esse mantra é imemorial.
Todos os povos antigos e sagrados o conhecem.

Nós o trouxemos às vossas mentes e o ancoramos em vossos planos, como quem ancora diretamente o Fogo Divino e presenteia às Essências Divinas aqui viventes com essa via de proteção.

Assim, entende-se a necessidade de uma verbalização definitiva e determinada que consagre e eleve este mantra para que ele ecoe em todas as partículas que compõem o ar e possa então transmutar cada uma dessas partículas, inclusive as de vossos corpos físicos.

Este mantra pode auxiliar-vos a transmutar o vosso material genético, e neste aspecto temos muitos seres que estarão aqui para vos auxiliar, basta apenas entoá-lo.

EU SOU Lord Metatron


*********

Amigos, companheiros na Luz e Mestres.

Refiro-me a vós, encarnados, uma vez que sois os Mestres com os quais podemos contar para a construção dessa nova humanidade que se inicia.

Peço, como venho pedindo há longo tempo, que acreditem na vossa Essência Crística, na vossa Presença Divina e no vosso poder.

Mais do que nunca, após tantas eras, se faz necessária a confiança e a fé em vosso poder.

Irmãos, filhos, companheiros; acreditai, acreditai, acreditai e alegrai-vos, alegrai-vos, alegrai-vos pela vida, como vosso mestre Jesus Sananda bem o disse.

Diríamos hoje que a vossa vida é a jóia mais preciosa que tendes.

Repitam muitas vezes o mantra Kodoish.

Fiquem na Paz, na Luz, envoltos no amor de Deus-Pai-Mãe.

EU SOU Melchizedek

http://stelalecocq.blogspot.com/2014/01/mantra-kadoish-kadoish-kadoish-adonai.html


domingo, 5 de janeiro de 2014

Série fotográfica retrata orixás do candomblé em imagens impressionantes

Orixás como Iemanjá e Ogum são retratados em série de imagens do fotógrafo James C. Lewis.

FONTE: http://falacultura.com/fotografia-orixas/

Orixás

Apesar do Brasil viver intensamente o sincretismo religioso (que Jorge Amado retratou tão bem) e todos estarmos familiarizados com alguns dos principais orixás – de Iemanjá a Xangô – ainda são poucos os conhecimentos da maioria dos brasileiros sobre a mitologia yorubá e as divindades que compõem o panteão do candomblé. Para adaptar-se à nova realidade no Brasil, os escravos que cultuavam essas divindades acabaram identificando alguns dos orixás com santos católicos, e dessa forma Ogum acabou se misturando com São Jorge e os gêmeos infantis Ibeji com Cosme e Damião.
Uma série fotográfica com imagens bem impressionantes é uma oportunidade legal de se familiarizar um pouco mais com os orixás, e conhecer mais sobre essa rica mitologia que tão comumente é colocada de lado. A série Yoruba African Orishas foi criado pelo fotógrafo estadunidense James C. Lewis (da Noire 3000 Studios) para representar 20 dos mais de 400 deuses do yorubá, que deu origem ao candomblé e à umbanda.
Veja aqui algumas das imagens, e aproveite para conhecer um pouco mais sobre cada um desses orixás:


Iemanjá
Iemanjá: identificada como a “rainha do mar”, é uma das que goza de maior popularidade no Brasil. Essa divindade é tida como a deusa-mãe da humanidade (o que torna comum que haja sincretismo com Nossa Senhora), sendo associada com as cores branco e azul.

Xangô
Xangô: atrevido e viril, é o deus do fogo, dos raios e trovões e da justiça, castigando os mentirosos e os ladrões. Filho de Oranian com Iemanjá, toma três deusas como esposas: Oyá, Oxum e Obá. Representa também a masculinidade e a sexualidade masculina. Na santeria (religião cubana derivada do yorubá, como o nosso candomblé) houve sincretismo de Xangô com Santo Antônio.

Ogum
Ogum: o orixá ferreiro, que forjava suas próprias armas, é também um grande guerreiro, deus da caça, da agricultura e da guerra. Foi um dos primeiros deuses a ser cultuado no yorubá, e acredita-se que ele tenha sido um dos primeiros a descer do Orun (Céu) para o Aiye (Terra). No Brasil, é comum que ele seja identificado com São Jorge.

Oyá
Oyá: também conhecida como Iansã, é a deusa guerreira dos ventos e dos furacões. Geralmente, a recebe como oferenda o acarajé, sua comida favorita, e é identificada pelas cores rosa, tons de roxo e marrom. Trata-se de uma das orixás femininas mais imponentes e poderosas.

Oxum
Oxum: a deusa da beleza, da fertilidade, do amor e das águas doces dos rios. Oxum seria uma das esposas de Xangô, e segundo a mitologia yorubá teria desavenças com outra de suas esposas, Obá.

Obá
Obá: deusa do casamento e da vida doméstica, essa filha de Iemanjá seria muito poderosa, e temida por diversos dos outros orixás. Foi a primeira esposa de Xangô, e cortou a orelha para provar seu amor pelo marido (ainda que haja versões em que foi enganada a fazer isso por Oxum). Também é a deusa dos rios, mas das águas revoltosas: pororocas e cachoeiras são o seu domínio.

Ibeji
Ibeji: os gêmeos sagrados são orixás crianças, um menino e uma menina, que teriam os nomes de Kehinde e Taiwo. São os deuses da juventude e da vitalidade. Segundo a mitologia yorubá, os gêmeos Ibeji são filhos abandonados por Oyá, que os teria jogado na água depois do parto, sendo então criados por Oxum como seus próprios filhos. No Brasil, é comum que sejam sincretizado com os santos Cosme e Damião.

Omolu
Omolu: conhecido também como Obaluaiyê, é o orixá da varíola e das doenças contagiosas, e portanto também muito ligado à morte. Porém, assim como Omolu traz a doença, também tem o poder de afastá-la, e é atribuído a ele muitas curas milagrosas. Muitas vezes é sincretizado como São Lázaro.

Exu
Exu: orixá da comunicação, o mensageiro entre o mundo material e espiritual, e também protetor das aldeias, das casas e das encruzilhadas. É irreverente, provocador e brincalhão, e por esse motivo foi erroneamente identificado com o diabo pelos colonizadores da África.

Oxalá
Oxalá: no Brasil, todos vários orixás funfun (do branco), entre os quais Obatalá e Orixalá, acabaram recebendo o nome genérico de Oxalá e sendo agrupados sob uma mesma imagem. Esse é o deus da humanidade, descendente direto de Olorum (o orixá criador). É uma divindade mais rígida, e muitas vezes opõe-se à natureza irreverente de Exu. No Brasil, houve sincretismo com o Senhor do Bomfim da Bahia.

Oxumaré
Oxumaré: essa complexa figura é protetor das crianças e dos cordões umbilicais, divindade da mobilidade e do arco-íris. Na Bahia costuma ser sincretizado com São Bartolomeu. Curiosamente, tanto por seu símbolo ser o arco-íris quanto por muitos acreditarem que esse orixá é ao mesmo tempo homem e mulher, ele é tido por algumas pessoas como o protetor dos homossexuais.

Olokum
Olokum: senhor dos mares profundos e dos abismos – e, por consequência, do conhecimento profundo que será sempre um mistério. Esse orixá é metade homem, metade peixe, e tem um temperamento misterioso e violento.

Muito interessantes as imagens e o projeto como um todo, não acha? Você pode conferir todas as imagens no site da Noire 3000.