domingo, 8 de setembro de 2013

Lua ocultará o planeta Vênus neste domingo

 
 
Por volta das 19 horas deste domingo, 8 de setembro, quem estiver na região ao sul de Florianópolis, em Santa Catarina, poderá acompanhar, a olho nu, a Lua encobrindo o planeta Vênus.
O fenômeno astronômico ocorrerá no lado poente, após o pôr-do-sol. A Lua terá um tom acinzentado na ocasião e um pouco abaixo dela estará a estrela Espiga (ou Spica), um astro de primeira magnitude, pertencente à constelação da Virgem.

“Essa estrela tem importância histórica, pois é mostrada na bandeira brasileira acima da faixa Ordem e Progresso representando o Estado do Pará”, disse Jair Barroso, do Observatório Nacional.
O planeta Vênus, o mais brilhante do nosso céu, aparece no céu nos fins de tarde, desde meados de julho. Ele ficará completamente escondido atrás do satélite natural da Terra.

Barroso sugere olhar na direção da Lua muitos minutos antes das 19 horas, para perceber a evolução do fenômeno. Depois, Vênus poderá ser visto novamente, reaparecendo no lado iluminado da Lua.
Barroso explica que, mesmo não estando nas regiões onde será possível acompanhar o fenômeno, valerá a pena olhar para o céu para ver a Lua muito próxima a Vênus.

O astrônomo João Batista Garcia Canalle, coordenador da Olimpíada Brasileira de Astronomia Astronáutica (OBA), ressaltou que Vênus não é o único astro possível de ser observado no céu noturno atualmente.

“Desde o mês passado, temos visto Saturno transitar pelo nosso céu. E no dia da ocultação, ele estará a cerca de 10 graus acima de Vênus e da Lua, quase em linha com Spica”, disse Canalle.
No dia seguinte, na segunda-feira, na mesma região do céu ao escurecer, será possível observar, de baixo para cima, a estrela Espiga, Vênus, a Lua e o planeta Saturno, afirmou o astrônomo. 
Agência Fapesp


Ocultação de Vênus pela Lua ocorre no fim da tarde e poderá ser vista nos céus do RS e de SC

Se as condições meteorológicas permitirem, gaúchos e catarinenses poderão ver a Lua ocultar Vênus, o planeta mais brilhante no céu


Ocultação de Vênus pela Lua ocorre no fim da tarde e poderá ser vista nos céus do RS e de SC Wikimedia Commons/Wikimedia Commons
 
Em 2008, conjunção entre Lua, Vênus e Júpiter pôde ser vista no céu de São Paulo Foto: Wikimedia Commons / Wikimedia Commons
 
As primeiras horas da noite de domingo reservam um fenômeno astronômico de rara beleza. Se as condições meteorológicas permitirem, gaúchos e catarinenses poderão ver a Lua ocultar Vênus, o planeta mais brilhante no céu.

O evento, cuja visibilidade se estende da Argentina até o sul de Santa Catarina, é privilegiado pelo período em que ocorre. A Lua está em fase nova, com apenas 12% de sua face iluminada pelo sol, e Vênus brilha como "um verdadeiro farol de coloração branca intensa", segundo o físico e astrônomo Luiz Augusto da Silva, professor da Unidade de Ciências Exatas e Tecnológicas da Unisinos.

O provável inconveniente será o tempo, já que as previsões meteorológicas indicam a chegada de uma frente fria que deve acarretar céu encoberto e chuva.

O técnico do Laboratório de Astronomia da Faculdade de Física da PUCRS, Marcelo Bruckmann, destaca que a Lua está nos primeiros dias da fase nova, o que confere mais plasticidade ao fenômeno visto da Terra.
- Vênus vai desaparecer na luz suave do contorno do satélite, que é a luz cinérea, a luz solar que a Terra reflete e ilumina a superfície lunar - explica.

Evento pode ser visto a olho nu
A ocultação ocorrerá no lado poente, por volta das 19h e poderá ser observada a olho-nu, embora um binóculo garanta maior quantidade de detalhes.

- Pode-se fotografar à vontade, diferentemente de um eclipse solar, que requer preparo dos instrumentos - salienta Bruckmann.

Havendo céu limpo, a sugestão é que se olhe fixamente para a Lua ao anoitecer, para acompanhar a evolução do fenômeno. Na Capital, o evento começa às 19h13min e dura cerca de 40 minutos. Observadores no norte do Rio Grande do Sul e em Santa Catarina poderão assistir à ocultação rasante de Vênus, que parecerá raspar a borda do satélite.

Além da Lua e de Vênus, o show do céu será complementado pelos planetas Mercúrio e de Saturno e, abaixo da Lua, pela estrela Espiga - astro pertencente à constelação de Virgem e que representa o Estado do Pará na bandeira nacional, acima da faixa Ordem e Progresso.

Horários do fenômeno no Estado:
Porto Alegre
Desaparecimento: 19h13min
Reaparecimento: 19h51min

Caxias do Sul
Desaparecimento: 19h17min
Reaparecimento: 19h48min

Pelotas
Desaparecimento: 19h06min
Reaparecimento: 19h54min

Rio Grande      
Desaparecimento: 19h05min
Reaparecimento: 19h55min

Santo Ângelo
Desaparecimento: 19h23min
Reaparecimento: 19h39min

Bagé
Desaparecimento: 19h05min
Reaparecimento: 19h52min

Passo Fundo  
Desaparecimento: 19h24min
Reaparecimento: 19h41min

Uruguaiana
Desaparecimento: 19h09min
Reaparecimento: 19h44min

Fonte: Luiz Augusto da Silva (Unisinos) e Breno Giacchini (Rede de Astronomia Observacional)

FONTE AQUI