domingo, 31 de março de 2013

Aliens: é tudo verdade?

Desde a declaração do Primeiro Ministro Russo Dmitry Medvedev dizendo que os extraterrestres vivem entre nós, pouco foi falado, escrito ou discutido a respeito pela chamada grande mídia.
O incidente ocorreu durante uma entrevista dada em dezembro de 2012 para um canal de televisão Russo. Ao final da entrevista, quando Medvedev pensou que os microfones haviam sido desligados, ele continuou a responder as perguntas dos jornalistas.
Quando questionado a respeito dos arquivos secretos sobre a presença de alienígenas na Terra ele não hesitou em responder:
Junto à mala com os códigos nucleares, o Presidente do país recebe uma pasta ‘top secret’ especial. Esta pasta em sua totalidade contém informações sobre os extraterrestres que visitaram o nosso planeta… Juntamente, ele recebe um relatório do serviço secreto absolutamente especial que exerce controle sobre os extraterrestres no território do nosso país… Para informações mais detalhadas sobre este assunto, você pode ver o filme bem conhecido chamado (MIB) Homens de Preto… Não vou dizer quantos deles estão entre nós, pois isso poderia causar pânico.
Dentre os veículos de comunicação que noticiaram a declaração, além de descreditarem totalmente o Primeiro Ministro, alguns insistiram no fato de que o filme indicado por ele foi a comédia americana protagonizada por Will Smith, MIB, quando na verdade se tratava do documentário russo com o mesmo nome. Se Medvedev estava brincando ou não, convidamos o leitor a ver o documentário com seus próprios olhos e a tirar suas conclusões.
Logo abaixo, temos o link com áudio em russo e legendas em inglês. Infelizmente, em várias partes, principalmente durante as entrevistas das testemunhas, a legenda não existe. No contexto geral, podemos averiguar que o documentário passeia entre as possibilidades da existência dos aliens aqui na Terra para impedir a destruição do planeta ou apenas com o intuito de explorar nossos recursos e fazer experiências com os seres humanos.
Alguns comentários são de conhecimento geral como o boom tecnológico durante a Segunda Guerra Mundial que algumas pessoas dizem ter ocorrido graças à troca de informações com outras inteligências. Os testemunhos de pilotos das forças aéreas falando sobre OVNIs também são conhecidos em várias partes do mundo.
Quando eles falam das abduções, simplesmente deixam de lado o fato de que, na maioria das vezes, as vítimas veem o suposto extraterrestre e, logo depois, um homem de farda. Não é do interesse de nenhum governo estar ligado a essas experiências com seres humanos, o que estaria de acordo com uma parceria entre os dois lados. Outro ponto é que, sendo um documentário Russo, eles enfatizam o governo Americano como sendo o grande vilão que fez um acordo com os aliens em troca de tecnologia. Ora! Com quem os Russos teriam feito seus acordos para possuem tanta tecnologia quanto os Americanos?
Curiosamente, analisando o aviso dado pelo Primeiro Ministro à Barack Obama: “Se Obama não revelar as verdades sobre os aliens, nós falaremos”, vemos no decorrer desses 47 minutos de filme que, segundo pesquisas de um dos entrevistados, o próprio Obama não teria essas informações. Qual o real interesse de Medvedev em divulgar este documentário?
O nome escolhido para o filme é no mínimo curioso. O público espera um esclarecimento de quem seriam os “Homens de Preto”. Após assistir ao documentário, fica difícil mesmo se lembrar do nome diante de tão poucas justificativas para esse título. Temos a impressão de uma jogada de marketing ou uma indireta comparando a famosa comédia americana com esta suposta realidade. Talvez uma tentativa dos Russos de nos convencer que os Estados Unidos são os grandes detentores dos arquivos secretos sobre os aliens. Pode até ser verdade, mas eles não são os únicos a não abrir tais arquivos.
Para olhos e ouvidos atentos depois de prestar atenção nos relatos das vítimas desses encontros, poderíamos pensar que todas essas abduções não passam de um grande circo montado por alguns governantes apenas para colocar a população em pânico a respeito desses visitantes. Isto, incluindo os Russos, é claro!
Nos últimos minutos, eles falam da possibilidade dos ETs simplesmente serem um mito ou de fazer parte do nosso imaginário. Não temos conhecimento de cineastas hollywoodianos que tenham sido abduzidos (citamos Hollywood por ser a maior indústria divulgadora desse gênero de filme). Tudo que vemos sobre ao ETs nas telas, pelo menos no tocante ao seu físico, pode ser realmente fruto de imaginação. Isto não quer dizer que eles não existam.
Um dos pontos que certamente chamam a nossa atenção em todos os relatos é a descrição física desses invasores, visitantes (parceiros? amigos?). Alguns falam que eles são extremamente parecidos conosco e outros fazem referência ao típico homenzinho baixo, de olhos grandes e pele verde.
É só mudar os papéis e pensar em como eles nos descreveriam física e psicologicamente. Nós temos várias raças diferentes no planeta. Somos índios, negros, brancos. Temos cabelos ruivos, louros, negros, coloridos! Pele morena, clara, negra, amarela. Olhos grandes, pequenos, puxados. Além disso, falamos diversas línguas e dialetos. Muitas vezes não nos entendemos e usamos de tecnologia para fazer guerras. Fazemos experiências sim com outras raças (alguém fale aos ratinhos de laboratório que nós somos meros cientistas e não monstros!). Temos em nosso corpo deformações de nascença, de guerras, de alterações que nós mesmos decidimos fazer. Mentimos com o pretexto de estarmos somente querendo o bem para os outros. Somos dissimulados, curiosos, amorosos e emotivos. Inteligentes e versáteis o suficiente para aprendermos outras línguas e nos adaptarmos a culturas completamente diferentes daquela onde nascemos e fomos criados. Conseguimos nos misturar a ponto de ninguém mais saber de onde viemos ou quem somos!
Voltando á frase do primeiro ministro “Não vou dizer quantos deles estão entre nós, pois isso poderia causar pânico,.” qual seria o verdadeiro pânico? Descobrirmos que eles são exatamente como nós? Ou que talvez a Terra seja uma grande colônia habitada somente por seres que vieram de fora? Nesse caso, cada vez que você se olhar no espelho, esteja preparado para ver um genuíno ET!
Fernanda Maria de Lima
Assista ao Documentário MIB:



fontehttp://www.cienciasparalelas.com.br