terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Cometas em 2013: Panstarrs (C/2011 L4)


Representação artística do aparecimento do cometa PANSTARRS, totalmente visível a olho nu, na tarde de 7 de Março de 2013, como visto de Campinas/SP as 18:55 ena direção oeste (W). A estrela no canto superior é o planeta Júpiter. A magnitude estimada pode ficar abaixo de 1.0.
Cometas são como gatos: eles tem caudas e só fazem o que querem... (David Levy)
Antes que o cometa ISON (C/2012 S1) faça seu aparecimento no final de 2013, outro cometa poderá ser visível em seu máximo em março de 2013. O telescópio Pan-STARRS do Havaí descobriu esse astro em Junho de 2011. Como cometas levam o nome de seus descobridores, ele ficou conhecido como PANSTARRS ou C/2011 L4. Esse cometa se tornou acessível à equipamentos de amadores a partir de Maio de 2012. De acordo com algumas estimativas otimistas, esse cometa poderá ser mais brilhante do que Vênus, mas cometas são imprevisíveis de forma que essa previsão pode não se confirmar.
O Panstarrs é um cometa aperiódico. Isso significa que ele provavelmente levou milhões de anos para sair da Núvem de Oort (de onde se acredita os cometas originam) para atingir o interior do sistema solar. Depois que ele se aproximar do sol, especialistas dizem que sua órbita será encurtada para apenas 110 mil anos (ou seja, ele levará esse tempo para retornar na vizinhança do sol - o periélio - novamente).
Portanto, esse é um astro que somente será visto uma vez em nossas vidas...

A figura acima é uma representação artística para o cometa c/2011 L4 na tarde de 7 de Março de 2013 aproximadamente as 18:55 caso as condições de visibilidade sejam excepcionais. A magnitude estimada é 0,62 (lembrando que isso pode não ocorrer) e a altura desde o horizonte para o cometa é aproximadamente 9 graus. A cauda deverá ser visível verticalmente como mostra a figura. Nessa data o Panstarrs estará em Cetus (Baleia).


Prognósticos de visibilidade
5 de Março de 2013: o Panstarrs passará próximo da até a 1.1 UA de distância. Um UA equivale à distância entre o sol e a Terra ou 150 milhões de quilômetros;
10 de Março de 2013: O Panstarrs passará próximo ao sol - cerca de 0,3 UA ou tão perto quanto o planeta Mercúrio está do sol. Nessa data, ele provavelmente estará mais luminoso, pois o calor do sol vaporiza material do cometa, o que contribuirá para torná-lo mais brilhante e com uma cauda pronunciada;
Durante Março de 2013: infelizmente, o cometa será um astro favorável para observadores do hemisfério norte, onde aparecerá baixo no horizonte oeste depois do sol desaparecer. Tomando um momento fixo depois do por do sol, ele será um astro localizado sucessivamente mais alto no céu, à medida que se desloque da constelação de Peixes em direção a Pégasos e Andrômeda. Provavelmente, nesse mês  o Panstarrs exibirá sua maior causa de poeria e ficará visível à vista desarmada.
Abril de 2013: o final de março marcará sua perda de brilho e movimento em direção à declinações mais elevadas no hemisfério norte, tornando-se um objeto circumpolar. Para os observadores no hemisfério sul, ele será um astro de difícil observação, à medida que evanesce e se aproxima do horizonte norte.

A Fig. 1 é uma representação de Panstarrs (baseada no software Stellarium) para o dia 17 de Fevereiro de 2013, as 5:15 da manhã na direção  sudeste (SE). Com mag. 4.0, o cometa seria visível à vista desarmada. A estrela mais brilhante da imagem (canto superior) é Peacock ou alpha Pavonis.

Fig. 1 Representação do cometa Panstarrs como visto na madrugada  de 17/2/2013 desde Campinas/SP na direção SE (aproximadamente 5:15) brilhando à magnitude 4.0 (visível à olho nu).
Na semana que vai de 22 de Fevereiro de 2013 a  9 de Março de 2013, o Panstarrs poderá ser visto, aproximadamente no mesmo horário mostrado na figura, na direção oeste movendo progressivamente para o norte e mudando de brilho desde magnitude 1,6 a 0,5, respectivamente. Mais informações sobre ele serão dadas futuramente.
Fig. 2 Mapa para localizaçaõ do cometa C/2011 L4 durante Fevereiro de 2013. Clique no mapa para ampliação.

A Fig. 2 traz um mapa para a localização do cometa Panstarrs durante Fevereiro de 2012. Note que ele se encontrará baixo próximo ao horizonte na direção leste (antes do nascer do sol) durante a maior parte desse mês.

Espetacular avistamento do cometa Pan-STARRS (C/2011 L4) em registro feito no final da semana passada em Buenos Aires, na Argentina, por Ignácio Diaz Bobillo. O cometa deve se tornar um objeto possível de ser observado a olho nu no começo de março.