domingo, 24 de julho de 2011

TAROT DOS ANJOS


 Dizem que o Tarot talvez seja o lendário livro de Toth, aquele que guarda toda sabedoria antiga. Lendário? Penso que não. Seja como for, cada carta contém uma carga de energia que é capaz de penetrar nos domínios psíquicos dos significados que estão no inconsciente ou mesmo além dele, pois no Tarot o tempo é diferente. Presente, passado e futuro estão juntos. Lendo as cartas, podemos concentrar passado e futuro num tempo-espaço do presente.

Geralmente a pessoa que nos procura "sente, sabe, conhece as respostas para suas dúvidas". Nós somos apenas os catalisadores que ajudarão a captar o conhecimento no mais profundo de sua mente. Além disso, sua intuição é despertada pela ajuda do seu Anjo que, animado com a presença de outro Anjo (o do tarólogo), pode realizar melhor o trabalho, trazendo as respostas corretas que o consulente julgava não saber, ao menos conscientemente. Muitas vezes a pessoa sabe, mas precisa da confirmação; muitas vezes a pessoa quer que tudo seja como ela gostaria que fosse.
O Tarot dos Anjos me escolheu e eu o acolhi com carinho porque Ele é claro, místico, mágico e realmente angelical na mesma proporção.


O Tarot tradicional tem 78 lâminas. O dos Anjos trabalha com 42 cartas, mas nem por isso seu valor é menor; ao contrário, é riquíssimo em conteúdo, em magia... Vinte Arcanos menores e vinte e dois Arcanos maiores. Ele funciona como uma chave que abre todas as portas, podendo inclusive trazer à tona mensagens muito importantes, cujo entendimento poderá suavizar os caminhos de quantos o conhecem, o procuram e o elegeram para orientá-los. De todos os oráculos, é certamente o que exerce maior encanto e encantamento sobre as pessoas, tanto que há mais de 500 anos vem despertando o interesse, a curiosidade e a atenção da humanidade. Para alguns, o Tarot veio dos rituais religiosos e dos símbolos do antigo Egito; para outros, teria vindo dos cultos misteriosos, dos Mitras dos primeiros séculos da Era Cristã. Acredita-se que essas cartas tenham chegado à Europa no século XIV através dos Cruzados ou dos Sarracenos. Papus, ocultista francês, contesta dizendo terem sido os ciganos da Ásia Central que as trouxeram.Tar: caminho; Rho: rei, real; Tarot quer dizer "caminho real, verdadeiro" (palavras de origem egípcia).
Por terem associado as cartas do Tarot às práticas demoníacas (a Igreja), ele caiu no esquecimento ou era procurado às ocultas. A última versão do Tarot foi desenhada no século XVIII, em Marselle.
O Tarot foi se modificando conforme as crenças e, assim, ele foi influenciado pelo pensamento cabalístico, pelas lendas da távola redonda, pelas antigas práticas de magia e, finalmente, pelo simbolismo Rosa Cruz dos nossos dias.
O Tarot dos Anjos é pouco conhecido, mas quem o conhece jamais o esquece.

Clara Luz
reportagem deste site