terça-feira, 15 de março de 2011

Triskle, Triskele, Triskel, Triskelion

Triskele é um antigo simbolo druida que traduzido significa Energia Divina.

"O triskele celta é um elemento geométrico com três esferas sagradas que manifesta e representa a divindade, o princípio e o fim, a eterna evolução, o movimento, a vibração e a perpétua aprendizagem. É representado com três espirais em movimento, que são a manifestação da energia divina. Transportar este símbolo druídico, é como levar os deuses consigo. (...) É igualmente um simbolo das portas que se abrem para entrar no plano energético dos deuses. (...) Mas o triskele pode ter diferentes significados: a tripla manifestação da energia divina - Força, Sabedoria e Amor - que se relaciona com as 3 classes sociais dos antigos celtas: Guerreiros, Druidas e Produtores. Pode igualmente representar a Água, o Céu e a Terra que com o seu movimento se reúnem todos no 4º elemento, o Fogo, representado pelo círculo k os envolve. (...) Pode ainda representar as 3 manifestações que tornam possível a evolução humana: Corpo, Alma e Mente. Em suma, quem possuir um triskele pode escolher a representação que melhor se adapte ao seu eu interior."


Os celtas consideravam o três como sendo um número sagrado.

"Basta ver que a sabedoria dos celtas, tanto na Irlanda quanto no País de Gales, foi preservada através das tríades"

Triskle é um símbolo celta que representa as tríades da vida em eterno movimento e equilíbrio.

Exemplos:

* nascimento, vida e morte
* corpo, mente e espírito
* céu, mar e terra

Este importante símbolo, também conhecido como triskele, triskelion ou tryfot, é uma espécie de estrela de três pontas, geralmente curvadas, o que confere ao símbolo uma graciosa fluidez de movimento. Pode ainda ser definida como um conjunto de três espirais concêntricas. É um dos elementos mais presentes na arte celta, e tem sua origem atribuída aos povos mesolíticos e neolíticos. O triskele é um antigo símbolo indo-europeu. Também era utilizado por povos germânicos e gregos.

Descrição: Uma espécie de estrela de três pontas inserida em um círculo, ou três espirais “com pernas” ligadas de forma triangular dando idéia de movimento. Possui diversas variações dentro da arte de “trançar” dos povos celtas.

Tempo e Espaço: Tem sua origem ligada aos povos indo-europeus (que deram origem aos Celtas e Nórdicos), tendo achados arqueológicos que lhe remetem uma idade superior a 5.000 anos (3.000 a. C). Entre os celtas era um símbolo diretamente ligado ao fluxo das estações, já que eles, só contavam três (3); Primavera, Verão e Inverno. Alguns estudiosos definem que os povos celtas de algumas regiões acreditavam em somente 3 elementos: O Céu (ar), A TERRA (terra e fogo) e o Mar (água). Tudo isso comprova a tese de que os Celtas consideravam o três como sendo um número sagrado. Atualmente as Igrejas Irlandesas Cristãs utilizam muito dos símbolos celtas sincretizados a conceitos cristãos no intuito de preservar parte das raízes históricas, culturais e religiosas da Irlanda.


Alquimia e Ocultismo: Não é citado ou comumente utilizado por grupos conhecidos, tendo, no máximo, algumas corruptelas de seus desenhos inseridas devido ao simbolismo triplo também presente nos meios ocultistas.

Tradições (neo)Pagãs: Está diretamente ligado as energias tríplices, tais como magnetismo, eletricidade e neutralidade. A planos de existência; físico, mental e ESPIRITUAL . A aspectos familiares; Pai, Mãe e Filhos. A processos da existência; Vida, Morte e Renascimento e entre a grande maioria das religiosidades e tradições, principalmente as ligadas a WICCA , representa os aspectos da Deusa; Virgem, Mãe e Anciã, tendo na conexão ou no círculo o quarto aspecto, a ceifadora. Sendo assim um símbolo de poder e exaltação da Grande Mãe

Comparativos: Para os pagãos é um símbolo de continuidade, de fluxo das estações e da Grande Mãe, para os Cristãos é um símbolo do poder de Deus e da Trindade.

Curiosidades: É um dos símbolos mais utilizados para se fazer tattoos tribais, e apesar de muitos o utilizarem por seus significados religiosos boa parte das pessoas inserem tal símbolo somente por sua beleza.

VOTE AQUI!!!

Formulário de Contato

O que procura no Blog?

Siga-nos no Twitter

Google+ Followers

SIGA POR E-MAIL O BLOG FILOSOFIA ESOTÉRICA

RECEBA AS ATUALIZAÇÕES

Basta colocar seu endereço de e-mail na janela abaixo e enviar.
Depois verificar em sua caixa postal o recebimento do link para confirmação do endereço de e-mail.
Você receberá gratuitamente as atualizações em sua caixa postal e poderá cancelar o recebimento quando desejar.

NÃO ESQUEÇA DE CONFIRMAR A INSCRIÇÃO CLICANDO NO LINK QUE VC RECEBERÁ POR E-MAIL!

RECEBA DIRETO EM SEU EMAIL AS ATUALIZAÇÕES DO BLOG

"Sou composta por urgências. Minhas alegrias são intensas; Minhas tristezas, absolutas. Me entupo de ausências, me esvazio de excessos. Eu não caibo no estreito, eu só vivo nos extremos."

(Clarice Lispector)

TOTAL GERAL DE VISITANTES DESDE FEV/07

Web Counter

Arquivo do blog

Eu sou o que posso na medida que me permitem..
Quando posso, eu ultrapasso as fronteiras...
Quando não posso, do meu limite faço arte...
Sou semelhante ao rio...
Se me barram, eu aprofundo.

O QUE PROCURA? COLOQUE A PALAVRA CHAVE AQUI!

MAIS POPULARES NA ULTIMA SEMANA

SIGAM-ME OS DESPERTOS

CLIQUE NA IMAGEM, ENTRE E CURTA NOSSA FAN PAGE NO FACEBOOK

De onde vem nossos visitantes

Siga-me no Google +